Clique e assine com até 92% de desconto

Família de Michael Jackson deve pagar US$ 9,4 mi a Quincy Jones

Produtor de sucessos como o álbum 'Thriller' ganhou a ação contra os filhos do cantor, que durou quatro anos

Por Da Redação 27 jul 2017, 20h45

Nesta quarta-feira, o empresário e produtor musical Quincy Jones recebeu a notícia de que um júri em Los Angeles decretou sua vitória no caso contra os herdeiros de Michael Jackson. Ele deve receber uma quantia de 9,4 milhões de dólares por royalties e taxas de produção de músicas do ídolo pop que morreu em 2009.

  • “Esse processo nunca foi sobre Michael, é sobre proteger o trabalho que todos nós fizemos no estúdio e o legado dessas criações”, escreveu em nota o produtor. “Embora essa não seja a quantia que eu estava pedindo, estou muito grato pelo júri ter decidido a nosso favor. Essa não é só uma vitória para mim, mas para os direitos dos artistas em geral”, completou Jones, que havia pedido o pagamento de 30 milhões de dólares.

    O valor seria referente à produção de músicas dos discos Off the Wall, Thriller, Bad, além de canções utilizadas no documentário This Is It (2009) e de apresentações do Cirque du Soleil.

    Os herdeiros do patrimônio do músico alegam que deviam apenas 392.000 dólares a Jones. Howard Weitzman, advogado que representa a família, disse estar desapontado e que eles irão recorrer da decisão tomada pela Justiça a partir de dois contratos assinados por Jackson e Jones em 1978 e 1985.

    Continua após a publicidade
    Publicidade