Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ex-marido de Whitney Houston pediu pensão à cantora

Bobby Brown alegava em papelada do divórcio que ficou sem ter onde morar após gastar 10.000 dólares em um hotel para Whitney ficar com a filha

Por Da Redação 5 mar 2012, 10h14

Bobby Brown, o ex-marido de Whitney Houston, alegava durante a época do divórcio dos dois que ficou sem ter onde morar enquanto pagava pela reabilitação da cantora, morta no mês passado. De acordo com papéis do divórcio obtidos pelo site RadarOnline, Brown dizia que o relacionamento com a cantora lhe deixou muitas dívidas e pedia pensão à ex.

“Whitney levou Bobbi Kristina com ela sem meu consentimento quando se mudou para Orange County, na Califórnia, onde ela recebeu tratamento para seu vício em drogas. Eu tinha sérios problemas financeiros e não podia ver minha filha. Vim para a Califórnia para ficar perto dela, e também paguei cerca de 10.000 dólares para Whitney e Bobbi morarem em um hotel bom quando ela passava pela reabilitação. Durante essa época, eu praticamente vivia dentro do meu carro.”

Na papelada do divórcio, Whitney negou o que Bobby disse. “Em novembro de 2006, eu passei por uma cirurgia e fiquei internada em uma clínica”, escreveu a cantora, sem fazer referência alguma à reabilitação. Em seguida, ela criticou o comportamento do ex-marido. “Bobby é perfeitamente capaz de ganhar dinheiro se controlar seu comportamento. Sua conduta pessoal é o que o impede de ganhar dinheiro.”

Antes do casamento, Whitney e Bobby assinaram um acordo pré-nupcial no qual concordaram em não pedir pensão um ao outro caso o casamento chegasse ao fim. Eles foram casados de 1992 a 2006.

Whitney morreu aos 48 anos no mês passado, em Los Angeles. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas a polícia local acredita que ela tenha sofrido uma overdose acidental de remédios para dormir e álcool.

Continua após a publicidade
Publicidade