Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Estrelas de ‘The Big Bang Theory’ querem US$ 500 000 por episódio

Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco reivindicam salários maiores e participação nos lucros de distribuição da série, sucesso da TV americana

Por Da Redação 17 set 2013, 14h34

O trio principal de The Big Bang Theory negocia um aumento de salário para estrelar a oitava temporada do seriado. E que aumento. Atualmente faturando 350 000 dólares por episódio, Jim Parsons e Johnny Galecki, que interpretam os nerds Sheldon e Leonard, e Kaley Cuoco, a Penny, vizinha da dupla, querem meio milhão de dólares mais participação nos lucros de distribuição do programa.

Segundo o site americano RadarOnline, essa será a condição que os três vão impor para gravar o oitavo ano da série. A sétima temporada de Big Bang só estreia nos Estados Unidos em 26 de setembro. “Eles sabem a posição importante que a série ocupa no horário nobre da CBS (emissora que a transmite nos EUA) e a única coisa que impediria que conseguissem o que querem seria uma queda de audiência nesta temporada. Mas isso não deve acontecer”, disse uma fonte ao site.

Leia também:

Acabou: ‘Penny’ e ‘Super-Homem’ não estão mais juntos

A série, indicada a oito prêmios Emmy, terminou sua sexta temporada líder em audiência, com média de 18,6 milhões de espectadores, em maio. A sétima, já gravada, entra no ar agora em setembro. A exigência de Parsons, Galecki e Kaley faz lembrar a do elenco de Friends, que pediu 1 milhão de dólares para cada um por episódio em sua 10ª temporada, exibida em 2004.

Continua após a publicidade
Publicidade