Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Estreia de filme sobre Marighella no Brasil é cancelada

O longa, que chegaria aos cinemas em 20 de novembro, não cumpriu 'trâmites exigidos pela Ancine'. Produtores dizem que seguirão tentando lançamento no país

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 12 set 2019, 20h35 - Publicado em 12 set 2019, 20h33

A produtora de Marighella, O2 Filmes, anunciou, em nota enviada a VEJA, que a estreia do filme está cancelada no Brasil. A cinebiografia do guerrilheiro baiano Carlos Marighella chegaria aos cinemas brasileiros em 20 de novembro, data da consciência negra e no mês dos 50 anos de sua morte.

“Nós, produtores do longa-metragem Marighella, dirigido por Wagner Moura, anunciamos que a data de lançamento do filme nos cinemas brasileiros, divulgada anteriormente para 20 de novembro de 2019, está cancelada”, diz a declaração.

Segundo o comunicado, a produção não “conseguiu atender os trâmites da Agência Nacional do Cinema (Ancine)”.

Primeiro filme dirigido pelo ator Wagner Moura, Marighella já passou por vários festivais, incluindo o de Berlim.

O filme narra a vida do guerrilheiro de esquerda Carlos Marighella, que organizou uma frente de luta armada contra a ditadura militar e foi morto por policiais em 1969. Protagonizado por Seu Jorge, o elenco do longa conta ainda com Adriana Esteves, Humberto Carrão e Bruno Gagliasso.

Continua após a publicidade

No comunicado, os produtores a distribuidora Paris Filmes afirmam que “vão seguir trabalhando” para que o filme seja lançado no Brasil, mas não fazem nenhuma nova previsão de estreia. “Marighella segue sendo apresentado com muito sucesso em vários festivais de cinema no mundo. Nosso objetivo principal sempre foi a estreia no Brasil.”

Confira a nota completa:

“Nós, produtores do longa-metragem Marighella, dirigido por Wagner Moura, anunciamos que a data de lançamento do filme nos cinemas brasileiros, divulgada anteriormente para 20 de novembro de 2019, está cancelada.

Os produtores haviam escolhido o mês de novembro, que marca os 50 anos de morte de Carlos Marighella, e o dia 20, da Consciência Negra, para a estreia. No entanto, a O2 Filmes não conseguiu cumprir a tempo todos os trâmites exigidos pela Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Marighella segue sendo apresentado com muito sucesso em vários festivais de cinema no mundo. Nosso objetivo principal sempre foi a estreia no Brasil. Os produtores e a distribuidora Paris Filmes vão seguir trabalhando para que isso aconteça.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)