Clique e assine com até 92% de desconto

Escultura do primeiro imperador romano volta à Itália após 40 anos

Imagem tem 45 centímetros e foi talhada antes de 27 a.C., quando Otávio adotou o nome Augusto

Por Da Redação 14 jun 2016, 18h32

Uma escultura de mármore da cabeça do primeiro imperador de Roma, Augusto, retornou à capital italiana nesta terça-feira, cerca de 40 anos após ser roubada e contrabandeada para fora do país.

“Hoje não temos só a devolução da escultura”, disse o vice-ministro das Relações Exteriores italiano, Mario Giro, em uma cerimônia para marcar a volta da obra de arte. “Estamos comemorando a importância desses artefatos para o futuro da humanidade.”

Leia também:

​Quadros de Rubens e Tintoretto são roubados em museu de Verona

A cabeça de 45 centímetros retrata o imperador com um corte de cabelo típico do período anterior àquele em que o jovem Otávio adotou o nome Augusto, perto do ano 27 a.C.. Ela estava exposta no Museu Cinquantenaire de Bruxelas.

O roubo de tesouros arqueológicos se tornou tão disseminado na Itália que foi criada uma unidade policial dedicada a rastrear as peças.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade