Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Documentário sobre Babenco está elegível para duas categorias no Oscar

Filme dirigido por Bárbara Paz passou no crivo da Academia de Hollywood e pode ser indicado como melhor documentário e melhor filme internacional

Por Raquel Carneiro Atualizado em 25 mar 2021, 17h03 - Publicado em 28 jan 2021, 18h07

A Academia de Artes e Ciências de Hollywood, responsável pelo Oscar, divulgou nesta quinta-feira, 28, a lista de filmes elegíveis para as categorias de documentário, animação e filme internacional. O brasileiro Babenco – Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou figura tanto na lista de filme internacional quanto documentário, ou seja, ele pode ser indicado para ambas.

No total, 238 documentários disputam o espaço por uma indicação, um recorde da premiação, que, no ano passado, qualificou 159 documentários. No próximo dia 9, a Academia vai divulgar uma nova lista, com os filmes pré-selecionados dentro destas categorias. É desta lista mais enxuta que vão sair os cinco indicados finais, que serão divulgados em 15 de março. Já a cerimônia para a entrega dos prêmios está marcada para 25 de abril.

O longa nacional é dirigido por Bárbara Paz, atriz e viúva do cineasta Hector Babenco, que morreu em 2016, aos 70 anos de idade. A produção em preto e branco acompanha os momentos finais do cineasta, que quis documentar sua partida com a ajuda da esposa. Em uma colagem poética, o filme apresenta cenas de longas dirigidos por Babenco, como O Beijo da Mulher Aranha e Carandiru.

Continua após a publicidade

Publicidade