Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Diretora favorita ao Oscar vai de aclamada a cancelada em 24 horas

Neo-zelandesa Jane Campion foi elogiada por atacar opinião homofóbica sobre 'Ataque dos Cães', mas detonada ao fazer gracinha com as irmãs Williams

Por Gabriela Caputo
Atualizado em 16 mar 2022, 09h12 - Publicado em 14 mar 2022, 14h53

Uma das maiores apostas para vencer o prêmio de melhor direção no Oscar, a neozelandesa Jane Campion passou nos últimos dias pelo característico processo de aclamação e, em seguida, cancelamento por parte da comunidade cinéfila da internet. No sábado, 12, a diretora havia sido exaltada no Twitter por responder às críticas do ator Sam Elliott sobre o modo como a homossexualidade é retratada em Ataque dos Cães. No tapete vermelho do Directors Guild of America Awards (DGA), Campion mostrou incômodo com a fala de Elliott e disse que ele não é um caubói para falar como suposto porta-voz do mundo do faroeste, mas um ator.  “O Oeste é um espaço mítico e há muito espaço. Acho um pouco machista”.

Porém, no domingo, 13, durante a cerimônia do Critics’ Choice Awards, enquanto aceitava o prêmio de melhor direção, Campion fez um comentário controverso sobre as tenistas Venus e Serena Williams, retratadas no filme biográfico King Richard. “Que honra estar na sala com vocês”, disse Campion. “Eu comecei a jogar tênis – eu realmente comecei – e Will [Smith], se você quiser vir e me dar aulas, eu realmente adoraria. Na verdade, tive de parar de jogar porque tenho cotovelo de tenista”, brincou a diretora, em referência ao papel de Will Smith como Richard Williams, pai das esportistas e protagonista do longa. Depois de cumprimentar os diretores que concorriam com ela na categoria, todos homens, a diretora voltou a falar com as tenistas: “Venus e Serena, vocês são maravilhosas. No entanto, vocês não jogam contra os caras, como eu tenho de fazer.” 

Apesar dos aplausos ao vivo e do tom de brincadeira, a reação na internet foi na direção oposta, e muitos definiram a fala de Campion como algo entre o vergonhoso e o arrogante. As críticas dos internautas apontam que foi desnecessário por parte de Campion trazer as irmãs Williams para seu discurso, além de sua fala subestimar implicitamente as realizações de Venus e Serena enquanto atletas negras em um ambiente dominado por homens brancos. Caso ganhe o Oscar, é bom Jane Campion medir bem as palavras de seu discurso de agradecimento.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.