Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Diretora de ‘Nomadland’ é censurada na China por comentários contra o país

Chloé Zhao, que nasceu em Pequim, disse em entrevista de 2013 que a China é 'um lugar onde há mentiras por toda a parte'

Por Felipe Branco Cruz 8 mar 2021, 15h39

Depois de ganhar dois Globos de Ouro (melhor filme de drama e melhor diretora), o filme Nomadland está no centro de uma polêmica na China. Uma entrevista de 2013 da diretora, Chloé Zhao, 38 anos, nascida em Pequim, à revista Filmmaker voltou à tona. Na ocasião, ela disse que a China é “um lugar onde há mentiras por toda a parte”.

Assim, as referências elogiosas ao trabalho da cineasta, publicadas na mídia chinesa e nas redes sociais de lá, foram apagadas. Chloé Zhao foi a primeira mulher asiática a ganhar o Globo de Ouro de melhor direção. Atualmente vivendo nos Estados Unidos, ela havia sido elogiada pela mídia chinesa como “uma fonte de orgulho” para o país. Quando a entrevista à Filmmaker foi resgatada, juntamente a outra em que ela dizia que agora os Estados Unidos eram o seu país, ela foi chamada de “traidora” em grupos on-line, por “difamar a China”.

Nomadland mostra o interior dos Estados Unidos após a crise econômica de 2008, estrelado por Frances McDornand, que decide viajar pelo país. A cineasta é também a diretora do filme da Marvel Os Eternos, que tem a China como principal mercado. O longa da Marvel terá no seu elenco astros como Angelina Jolie, Salma Hayek e Kumail Nanjiani e tem previsão de estreia nos Estados Unidos em 5 de novembro.

Nomadland está previsto para estrear em 23 de abril na China, mas a data não tem aparecido nas principais plataformas de cinema do país. Segundo uma reportagem do jornal The Guardian, na rede social chinesa Weibo, uma hashtag relacionada ao filme chegou a ter 87 milhões de visualizações e 40.000 compartilhamentos, mas seu conteúdo desapareceu, substituído por uma mensagem de que havia sido removido “de acordo com as leis, regulamentos e políticas pertinentes”.

Continua após a publicidade
Publicidade