Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Diretor e roteirista de ’12 Anos de Escravidão’ estão brigados, diz site

Segundo o The Wrap, Steve McQueen teria pedido crédito no roteiro do longa, mas o pedido foi negado por John Ridley

Por Da Redação 5 mar 2014, 13h35

O diretor e o roteirista do filme vencedor do Oscar 12 Anos de escravidão, Steve McQueen e John Ridley, estariam brigados há algum tempo. De acordo com informações do site americano The Wrap, o motivo teria sido um pedido feito pelo diretor britânico por participação nos créditos do roteiro do longa, e que foi negado por Ridley.

A publicação alega que McQueen tem inclusive se recusado a reconhecer o roteirista durante discursos em cerimônias e premiações. O estúdio da Twentieth Century Fox estaria do lado de Ridley, enquanto Brad Pitt, produtor do filme, teria sido forçado a mediar a relação entre os cineastas.

Leia também:

‘Gravidade’ ofusca vitória de ’12 Anos de Escravidão

‘New York Times’ corrige artigo de 1853 sobre caso retratado em ’12 Anos de Escravidão’

Ainda de acordo com o site, McQueen teria pedido para se sentar em uma mesa separada de Ridley durante a cerimônia do Bafta deste ano, considerado o Oscar britânico, em que 12 Anos de Escravidão acabou levando o prêmio de melhor filme. Assim que subiu ao palco para receber o troféu, o diretor não agradeceu o roteirista durante seu discurso.

A dupla começou a trabalhar em 2008 após se conhecerem na exibição do último filme do diretor, Fome. A intriga, no entanto, foi mantida em sigilo para evitar qualquer problema em relação a uma possível premiação no Oscar deste ano.

Continua após a publicidade
Publicidade