Clique e assine com até 92% de desconto

Diretor de ‘House of Cards’ é favorito para ‘50 Tons’

James Foley pode comandar o segundo filme da franquia erótica, previsto para 2017

Por Da Redação 20 ago 2015, 15h51

Após a controvérsia com a cineasta Sam Taylor-Johnson, que abandonou a franquia Cinquenta Tons de Cinza por problemas com a escritora E.L. James, a Universal, estúdio responsável pelos filmes, está próxima de contratar um novo diretor para a série. Segundo o site Variety, James Foley, responsável por doze episódios do seriado House of Cards, da Netflix, é o favorito para comandar Cinquenta Tons Mais Escuros, segundo longa da série, previsto para fevereiro de 2017.

A atração da Netflix é realmente o que pesa a favor de Foley, que tem no currículo algumas produções de gosto duvidoso como o suspense A Estranha Perfeita (2007) e a comédia com a cantora Madonna Quem É Essa Garota? (1987).

Leia também:

Paródia de ‘Cinquenta Tons de Cinza’ já tem elenco

‘Péssima escritora e homofóbica’: Autora de ’50 Tons’ recebe críticas em bate-papo

Frases filosóficas estão entre as mais grifadas em novo ’50 Tons’

Livro narrado por Christian Grey também pode virar filme

De acordo com o site da revista The Hollywood Reporter, além de Foley estão na disputa pelo cargo os diretores Mark Pellington (O Suspeito da Rua Arlington) e Tanya Wexler (Histeria). O escolhido deve ser anunciado ainda este mês.

Novamente com Jamie Dornan e Dakota Johnson nos papéis principais, o segundo filme começa a ser filmado no primeiro trimestre de 2016. O roteiro adaptado ficou sob a responsabilidade do marido de E.L. James, Niall Leonard.

Continua após a publicidade
Publicidade