Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

DiCaprio, Gil e mais famosos pedem a Biden que recuse acordo com Bolsonaro

Em carta, celebridades do Brasil e Estados Unidos pedem que o presidente americano rejeite acordo ambiental com o governo brasileiro

Por Raquel Carneiro Atualizado em 20 abr 2021, 18h08 - Publicado em 20 abr 2021, 17h18

Leonardo DiCaprio, Katy Perry, Joaquin Phoenix e Jane Fonda são algumas das celebridades americanas que reforçaram a carta-aberta também assinada por brasileiros, como Sonia Braga e Gilberto Gil, para que o presidente americano, Joe Biden, rejeite qualquer acordo ambiental com o presidente Jair Bolsonaro. No texto, as personalidades sugerem a Biden que dê preferência para ouvir os governos estaduais e municipais, assim como indígenas e ambientalistas, e não se comprometa com o governo federal, já que desde que Bolsonaro assumiu o poder, o desmatamento disparou na Amazônia.

“Compartilhamos suas preocupações de que ações urgentes devem ser tomadas para enfrentar as ameaças à Amazônia, ao nosso clima e aos direitos humanos, mas um acordo com o Bolsonaro não é a solução”, diz a carta, em uma referência ao engajamento de Biden com as questões climáticas. “A integridade deste ecossistema crítico está se aproximando de um ponto de não retorno devido às crescentes ameaças à floresta tropical e aos seus guardiões pelo governo Bolsonaro, incluindo desmatamento, incêndios e ataques aos direitos humanos.”

  • Desde fevereiro, os dois países conversam sobre uma possível aliança para interromper o desmatamento da floresta amazônica. Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, busca uma compensação financeira para o país, em troca de metas ambientais. Segundo ele, ao jornal O Estado de S. Paulo, com 1 bilhão de dólares vindo de países estrangeiros, seria possível reduzir a devastação da floresta em 40%.

    A carta é a segunda assinada por celebridades, reforçando o posicionamento de ambientalistas e opositores do acordo de dentro da Casa Branca. A expectativa era que alguma solução fosse anunciada na cúpula do Dia da Terra, organizada pelo governo de Biden e marcada para os dias 22 e 23, quinta e sexta-feira — o que não deve ocorrer. Estão ainda entre os signatários da carta-aberta Mark Ruffalo, Sigourney Weaver, Orlando Bloom, Alec Baldwin, Roger Waters, Caetano Veloso, Fernando Meirelles, Walter Salles, Marisa Monte, Andrea Beltrão, entre outros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade