Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: Flip 2020 é adiada para novembro

Evento que este ano homenageia a poetisa Elizabeth Bishop ia acontecer entre os dias 29 de julho e 2 de agosto

Por Tamara Nassif - Atualizado em 23 mar 2020, 18h26 - Publicado em 23 mar 2020, 17h58

A Festa Literária Internacional de Paraty de 2020 (Flip) se soma à já extensa lista de cancelamentos e adiamentos provocados pela pandemia do coronavírus. Inicialmente esperado para acontecer entre os dias 29 de julho e 2 de agosto, o evento foi adiado para novembro, de acordo com comunicado enviado à imprensa.

Apesar da data inicial marcada para o segundo semestre deste ano, a organização decidiu por “tomar as medidas cabíveis para preservar a saúde e a segurança de todos”. Ela ainda acrescenta que o trabalho para manter estrutura e valores da Flip será feito remotamente, em concordância às recomendações de órgãos governamentais de segurança sanitária e de saúde.

ASSINE VEJA

A guerra ao coronavírus A vida na quarentena, o impacto da economia, o trabalho dos heróis da medicina: saiba tudo sobre a ameaça no Brasil e no mundo
Clique e Assine

A Flip é considerada um dos maiores eventos de literatura do mundo e é sediada, todo ano, em Paraty, no Rio de Janeiro. A escritora homenageada da edição de 2020 é a poetisa americana Elizabeth Bishop, a primeira estrangeira a ser consagrada pela festa literária e cuja aclamação sofreu represálias nas redes sociais.

Artistas, leitores e críticos definiram a homenagem como “insultuosa”, “politicamente melancólica” e “lamentável” visto o apoio, mesmo que discreto e lateral, de Elizabeth ao golpe militar de 1964. Em cartas, a escritora, que viveu no Brasil por 10 anos, disse que “foi uma revolução rápida e bonita” e que “a suspensão dos direitos, a cassação de boa parte do Congresso etc., isso tinha de ser feito por mais sinistro que pareça”.

Continua após a publicidade
Publicidade