Clique e assine a partir de 8,90/mês

Comissão de frente da Mocidade ‘pega fogo’ na avenida

Paulo Barros apostou nos efeitos especiais para conquistar o público no Rio

Por Da Redação - Atualizado em 30 jul 2020, 21h40 - Publicado em 16 fev 2015, 01h55

Famoso por apostar em efeitos especiais e surpresas na avenida, o carnavalesco Paulo Barros não decepcionou em seu ano de estreia pela Mocidade Independente de Padre Miguel. Em um momento marcante do desfile, a comissão de frente e a porta-bandeira da escola pegaram fogo – de verdade, embora controlado – em uma coreografia que representava a colisão de um meteoro contra a Terra. A agremiação trouxe um enredo sobre o fim do mundo.

Galeria de imagens: As musas do Carnaval do Rio de Janeiro

Alguns carros da Mocidade também empolgaram o público. Na alegoria que falava sobre a loucura, os componentes ficavam de cabeça para baixo. O carro sobre o motel tinha diversos casais deitados em camas, incluindo gays e até trios, e ganhou aplausos do público. A Mocidade terminou a passagem pela avenida aos gritos de “É campeão”.

Claudia Leitte – Estreante na avenida, Claudia Leitte foi a rainha de bateria mais esperada da noite. A cantora se vestiu com roupa comportada e não se apresentou para o setor 1 da Sapucaí, o popular. Passou direto, cercada por seguranças, e terminou de se vestir no recuo da bateria.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade