Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Com ‘Eternos’ e ‘Marighella’, cinemas vislumbram estabilidade

Com estreias populares em cartaz, público demonstra ter voltado de vez às salas

Por Marcelo Canquerino 16 nov 2021, 15h28

Novembro trouxe aos cinemas brasileiros produções esperadas, que, aos poucos, estão atraindo de volta o público. De acordo com dados da empresa Comscore, a arrecadação total do final de semana prolongado, entre 11 e 15 novembro, foi de 26 milhões de reais, pouco menos do que no começo do mês, que somou 26,76 milhões. Parte do valor deve-se graças a Eternos, da Marvel, que permanece na liderança do ranking com 17,6 milhões e um público de 937.000 pessoas. Dentre as produções brasileiras o destaque vai para Marighella, melhor estreia nacional na pandemia, que embolsou 1,5 milhão e levou às salas de cinema 75.100 pessoas neste período.

Ocupando o segundo lugar das produções mais vistas está a animação A Família Addams 2: Pé na Estrada, que abocanhou 2 milhões de reais. Logo em seguida, Venom: Tempo de Carnificina ocupa a terceira posição, com 1,9 milhão. O longa, que escancara a potência de filmes adaptados das histórias em quadrinhos da Marvel, mantém bons números de bilheteria desde sua estreia, em 7 de outubro. Vale lembrar que a produção estrelada por Tom Hardy tornou-se a melhor estreia da pandemia no Brasil, desbancando Velozes e Furiosos 9. Em quarto lugar está o já citado Marighella, que após adiamentos e imbróglios chegou aos cinemas nacionais no começo do mês de novembro. Duna, clássico de ficção científica adaptado por Denis Villeneuve, fecha o ranking das cinco produções mais assistidas no país no fim de semana prolongado, com 852.000 reais.

Publicidade