Clique e assine com até 92% de desconto

CNN rompe com humorista após foto de Trump decapitado

Kathy Griffin apresentava desde 2007 o programa especial de Ano Novo da rede americana

Por Da redação 31 Maio 2017, 17h48

A CNN rompeu com a humorista Kathy Griffin após ela aparecer em uma foto segurando uma cabeça de manequim, que representaria a de Donald Trump, coberta de sangue. A humorista apresentava o programa de Ano Novo da rede desde 2007. “A CNN encerrou o acordo com Kathy Griffin para aparecer no nosso programa de Ano Novo”, anunciou o canal em seu perfil no Twitter, nesta quarta-feira.

  • Kathy virou alvo após a divulgação da imagem, feita pelo artista e fotógrafo Tyler Shields. Celebridades e outras personalidades – muitas das quais não apoiam Trump – criticaram duramente a atitude da humorista. Diante das reações, a americana decidiu pedir desculpas. “Eu sou uma comediante e passei dos limites. Fui longe demais. A imagem é muito perturbadora, eu entendo. Cometi muitos erros em minha carreira e continuarei cometendo. Peço perdão e vou excluir a imagem”, disse em um vídeo publicado nas redes sociais.

    O pedido de desculpas, porém, parece não ter sido o suficiente. A empresa Squatty Potty, por exemplo, rompeu contrato publicitário com Kathy para uma campanha, com o diretor executivo da companhia chamando a foto de “profundamente inapropriada”.

    Publicidade