Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Cinemas encaram queda de público e bilheteria em dezembro

Bilheteria nacional caiu 20,3% em relação a semana anterior; animação 'Trolls 2' surge no topo do ranking de mais vistos

Por Amanda Capuano 14 dez 2020, 17h08

O público e a arrecadação dos cinemas brasileiros voltou a cair no último final de semana. Segundo um levantamento divulgado pela Comscore, cerca de 165.000 pessoas foram aos cinemas em todo o país entre 10 e 13 de dezembro, o que que rendeu ao setor uma bilheteria de 2,78 milhões de reais. O montante é 20,3% menor do que os 3,49 milhões registrados no final de semana anterior. Já o público, caiu 19,9%. A animação Trolls 2 foi a líder de arrecadação no período, seguida por Amizade Maldita e Freaky: No Corpo de um Assassino.

Em meados de novembro, o público até ensaiou um retorno aos cinemas: o último fim de semana do mês viu a audiência crescer 3% em relação ao anterior (19-22), que por sua vez saltou 38% quando comparado ao seu antecessor (12-15). A tendência, porém, perdeu força com o avanço da pandemia, acentuada nas última semanas. Uma comparação direta entre o final de semana passado e o último de novembro, da quinta-feira 26 ao domingo 29, mostra uma diminuição de 24,5% em bilheteria. Já o número de espectadores caiu de 272.000  para 165.000, uma redução de 39,9%.

A queda pode ser atribuída a uma combinação de receio, crise financeira e a retomada de medidas mais rígidas de segurança. Com o número de casos aumentando, é provável que a população tenha optado por evitar as salas de cinemas, mesmo que elas permaneçam abertas ao público em boa parte do Brasil. Em algumas regiões específicas, como no ABC Paulista, o governo municipal resolveu fechar novamente a atração depois que o estado voltou para a fase amarela. No Rio de Janeiro, a rede Estação Net anunciou que, a partir dessa semana, permanecerá fechada até janeiro de 2021 por falta de público. A soma da crise financeira provocada pela pandemia e as parcas opções de filmes em cartaz podem ter acentuado a queda.

Publicidade