Clique e assine a partir de 9,90/mês

Chuck Lorre agradece a Charlie Sheen por ‘Two and a Half Men’

Criador da série sinaliza fim da rixa que dura desde 2011, quando o ator foi demitido do elenco por levar seus problemas pessoais para o estúdio

Por Da Redação - 16 jan 2015, 08h52

Chuck Lorre e Charlie Sheen parecem querer fazer as pazes, depois de uma briga que acabou culminando com a demissão do ator da série Two and a Half Men e sua substituição por Ashton Kutcher, em 2011. Em entrevista sobre o episódio final do seriado, após doze temporadas, previsto para ir ao ar em 19 de fevereiro nos Estados Unidos, o criador da série afirmou que não guarda mágoas de Sheen.

Leia também:

Ashton Kutcher zomba de Charlie Sheen na TV — e ao vivo

Charlie Sheen diz que ‘Two and a Half Men’ é amaldiçoada

Charlie Sheen quer ‘fazer as pazes’ com criador de ‘Two and a Half Men’

“Seria inadequado não reconhecer o nosso sucesso com Charlie e como eu e a produção somos gratos a ele”, disse Lorre. “Eu não tenho nada além de bons sentimentos por aqueles oito anos e meio (o tempo que Sheen ficou no ar como o personagem Charlie Harper).” Apesar da aparente trégua, Lorre não respondeu se Sheen pode aparecer no último episódio da série, que deve ser “complicado” de se escrever, segundo ele.

“O seriado se transformou em algo completamente diferente nos últimos quatro anos”, afirmou. “Teremos o desafio de honrar as duas eras e fazer com que as pessoas assistam ao final sem saber previamente do que se trata. Mas acho que o público vai ficar muito satisfeito com o fim. É tudo o que vou dizer sobre isso.”

Charlie Sheen foi demitido do elenco de Two and a Half Men após prejudicar as gravações da série por causa de seus problemas pessoais. Em 2011, as filmagens chegaram a ser interrompidas quando Sheen ficou internado em uma clínica de reabilitação depois de ter dado uma festa que durou 36 horas.

Continua após a publicidade
Publicidade