Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

China cobra multa milionária do artista Ai Weiwei

Ai Weiwei disse que pode apelar contra a cobrança, cuja origem desconhece, mas só depois de pagar a quantia

Por Da Redação 1 nov 2011, 07h33

O governo da China determinou nesta terça-feira que o artista Ai Weiwei deve pagar 15 milhões de yuans (2,36 milhões de dólares) por impostos e multas supostamente devidos pelo crítico do regime comunista, para quem as autoridades desejam silenciá-lo.

A cobrança foi feita depois de Ai Weiwei ter sido liberado em junho, após 81 dias detido na polícia secreta. O governo afirma que a detenção foi motivada por evasão de impostos, mas o artista afirmou ter sido interrogado diversas vezes sobre sua defesa do respeito aos direitos humanos.

“Eles entregaram um ofício, sem qualquer explicação. Nós questionamos de onde veio isto, eles não deram uma resposta clara”, contou o artista. “O texto afirma que eu tenho quinze dias para pagar esse valor. Que aumenta 1 milhão por dia, se eu não pagar. E, pior, eu posso ir para a cadeia por até sete anos, se não quitar o débito. Eu realmente não tenho ideia do que aconteceu.”

Ai Weiwei, 54 anos, um artista plástico de fama internacional, conhecido por seu trabalho no Estádio Olímpico Ninho do Pássaro, disse que pode apelar contra a multa, mas apenas depois de pagar a quantia.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade