Clique e assine a partir de 9,90/mês

Charlie Sheen doa 1 milhão de dólares a militares americanos

O ator se comprometeu a oferecer 1% de seu cachê na série 'Anger Management' à organização voltada aos interesses dos soldados e suas famílias

Por Da Redação - 17 jul 2012, 14h00

Charlie Sheen acaba de quebrar um recorde. O ator que costuma ser notícia por abusar de drogas, álcool e da paciência de produtores e diretores, conquistou o posto de maior doador individual de recursos ao exército americano. Segundo o site TMZ, o ator ofereceu 1 milhão de dólares à United Services Organization, uma entidade que cuida dos interesses de soldados em exercício e sua famílias nos Estados Unidos.

O montante faz parte do comprometimento do ator em doar 1% do cachê recebido por Sheen na série Anger Management aos militares. A doação deve se repetir mensalmente até o fim do programa que que estreou nos Estados Unidos em 28 de junho. “É uma honra retribuir tudo que esses militares já fizeram por todos nós. Eles colocam suas vidas em risco diariamente por nós e eu fico satisfeito de poder dar um pouco de alento aos combatentes e suas famílias através de meu trabalho”, declarou o ator em nota oficial.

A generosidade de Sheen, embora louvável, deixa um ponto de interrogação a respeito da real motivação que o levou a tomar essa atitude. Talvez, o ator queira voltar aos primórdios de sua carreira e fazer uma homenagem a Chris, o soldado da Guerra do Vietnã que interpretou no filme Platoon, de Oliver Stone, em 1986.

Publicidade