Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Chadwick Boseman será trompetista em seu último filme; veja fotos

Protagonista de 'Pantera Negra' interpreta um músico que trabalha com Ma Rainey, vivida por Viola Davis, em 'A Voz Suprema do Blues', da Netflix

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 1 out 2020, 12h51 - Publicado em 1 out 2020, 12h40

Último filme protagonizado por Chadwick Boseman, A Voz Suprema do Blues (Ma Rainey’s Black Bottom, no título original), ganhou, nesta quarta-feira, 30, suas primeiras imagens. Além do astro de Pantera Negra, o elenco do filme original da Netflix ainda conta com a vencedora do Oscar Viola Davis (How to Get Away With Murder). A produção do filme é assinada por Denzel Washington (O Protetor) e a direção é de George C Wolfe (A Vida Imortal de Henrietta Lacks). 

ASSINE VEJA

A ameaça das redes sociais Em VEJA desta semana: os riscos dos gigantes de tecnologia para a saúde mental e a democracia. E mais: Michelle Bolsonaro vai ao ataque
Clique e Assine
O astro de 'Pantera Negra' morreu em agosto vítima de um câncer no Cólon
O astro de ‘Pantera Negra’ morreu em agosto vítima de um câncer no cólon David Lee/Netflix

Na trama que se passa na velha Chicago de 1927, Boseman é um trompetista determinado chamado Levee, que, apreensivo, aguarda em uma sala de ensaio com outros músicos a lendária cantora Ma Rainey, interpretada por Viola.

Em entrevista recente ao jornal americano The New York Times, a atriz disse que, apesar dos meses ao lado de Chadwick, gravando o filme, ela não percebeu que o ator estava passando por sessões de quimioterapia. “Olho para trás e percebo como ele sempre parecia cansado. Eu lembro da ótima equipe que o acompanhava e o ajudava a meditar, fazia massagens, e agora percebo tudo o que aquelas pessoas estavam tentando fazer para mantê-lo funcionando e trabalhando em seu nível ideal. E ele recebeu isso”, disse.

Viola Davis interpreta a lendária cantora Ma Rainey
Viola Davis interpreta a lendária cantora Ma Rainey David Lee/Netflix

Denzel Washington, grande amigo de Boseman e responsável por pagar os estudos de atuação no início da carreira do ator, também usou a entrevista para falar sobre o colega: “Ele fez um trabalho brilhante e foi embora. Ainda não consigo acreditar”.

Chadwick Boseman morreu em agosto após lutar por mais de quatro anos contra um câncer de cólon. A Voz Suprema do Blues tem estreia marcada para o dia 18 de dezembro na Netflix.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês