Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Catálogo da EMI agora pertence à Universal

Cade autoriza aquisição dos álbuns. Processo corria desde 2012, quando a Warner alegou que a compra caracterizaria concentração de mercado

Por Da Redação 12 set 2013, 16h19

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, sem restrições a aquisição dos ativos da gravadora EMI pela Universal Music e pela Sony Music. A decisão tem efeito imediato.

A Universal controla o catálogo da EMI — álbuns de artistas nacionais representativos como Milton Nascimento e Paulinho da Viola, além de discos de Beatles e Queen — e a Sony fica com seu braço de edição musical, a EMI Publishing.

O processo corria no Cade desde 2012, quando a Warner Music alegou à autarquia que a compra caracterizaria concentração de mercado. O órgão suspendeu as negociações envolvendo a EMI ainda no ano passado, quando a Federal Trade Comission, responsável por aprovar compras e fusões de grandes empresas nos Estados Unidos, e a União Europeia aprovaram as transações.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade