Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Casal que discutiu com José de Abreu comenta caso: ‘atitude repugnante’

Em nota oficial, Ana Claudia e Tiago responderam à participação do ator no programa ‘Domingão do Faustão’

Por Da Redação 2 Maio 2016, 09h42

O programa Domingão do Faustão foi interrompido neste domingo para dar o direito de resposta ao casal Ana Claudia e Tiago, envolvidos na discussão com o ator José de Abreu, que cuspiu na moça durante uma briga política em um restaurante em São Paulo, no dia 22 de abril.

No texto, lido por Renata Longaray, o casal, relembra o ocorrido, diz que o ator passou por um “momento de descontrole” e que nada autorizaria a “atitude repugnante” tomada por ele.

Leia abaixo a nota completa:

“Como amplamente divulgado pelas redes sociais e pela mídia, os jovens Ana Claudia, publicitária, e Tiago, advogado, ambos de 25 anos, namorados, estavam jantando em um restaurante japonês na zona sul de São Paulo quando foram covardemente agredidos com palavras e atitudes pelo ator José de Abreu. A partir de então, ambos vêm recebendo insistentes convites para entrevistas de diferentes veículos de comunicação. Contudo, o jovem casal, para manter a própria privacidade e a de suas respectivas famílias, decidiu manifestar-se exclusivamente por meio desta nota. Os dois querem virar definitivamente a página deste lamentável episódio, provavelmente resultado de um momento de descontrole do senhor José de Abreu. Nada naquela ocasião, nem mesmo eventuais comentários, que viessem de encontro às convicções políticas ou ideológicas do ator, justificariam ou autorizaria a atitude repugnante deste senhor, trata-se de ato incompatível com a civilização do século XXI com o agravante de ter sido praticado por uma figura pública nacionalmente conhecida e de quem se espera exemplo. Para Ana Claudia e Tiago, que integram uma nova geração de brasileiros e que acreditam no futuro do país, o Brasil precisa retomar o espírito ordeiro e pacífico e honesto de nossa sociedade.”

Leia também:

José de Abreu: “Não posso me arrepender”

Continua após a publicidade

Jô se emociona ao defender José de Abreu e Chico Buarque

Histórico – Na semana anterior, José de Abreu foi ao palco do Faustão para falar sobre o caso. Ele afirmou ter se sentido ofendido aos ser chamado de “ladrão” pelo advogado. “Não posso me arrepender de uma atitude que foi feita impensadamente”, contou o ator sobre a cusparada. “Foi a reação de um ser humano normal.” Abreu sacou ainda de uma justificativa supostamente feminista para seu mau comportamento: a revolta com o tratamento dado a Priscila pela namorada do advogado. “Uma mulher que chama a outra de vagabunda só por ser mulher não merece ser mulher”, atacou.

Abreu não perdeu a chance de defender a presidente Dilma Rousseff, condenar o processo de impeachment e criticar o Congresso Nacional em geral, e o PMDB de Michel Temer e Eduardo Cunha em particular.

Nos bastidores da Globo, há quem diga que a emissora se zangou com o escândalo chulo protagonizado por um artista conhecido de seu elenco. A vitrine no Faustão seria uma chance de Zé de Abreu pedir desculpas em público (o que não ocorreu) e, assim, evitar danos maiores à imagem da Globo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês