Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cartaz de ‘X-Men’ é acusado de promover violência contra a mulher

Fox divulgou nota se desculpando e anunciando a retirada das publicidades com a imagem, considerada insensível

Por Da Redação - 3 jun 2016, 19h22

A cartaz promovendo o filme X-Men: Apocalipse recebeu diversas críticas por mostrar a personagem Mística, vivida por Jennifer Lawrence, sendo estrangulada pelo vilão que dá nome ao longa, interpretado por Oscar Isaac. Os fãs acusaram a Fox de promover a violência contra a mulher, quando visto fora do contexto do filme, e de ter sido insensível na escolha da cena para ilustrar a publicidade.

LEIA TAMBÉM:

‘X-Men: Apocalipse’ é um poço de decepções

‘X-Men’ tira ‘Capitão América’ do topo da bilheteria brasileira

Vilão Apocalipse produz caos em trailer de novo ‘X-Men’. Assista

Com mostra de ‘X-Men’, MIS vira paraíso dos nerds em SP

Uma das críticas ao cartaz foi a atriz Rose McGowan (da série Charmed). No Facebook, ela escreveu: “Há um grande problema quando os homens e mulheres da 20th Century Fox pensam que violência casual contra uma mulher é um jeito de promover um filme. Não há contexto na propaganda, apenas uma mulher sendo estrangulada. (…) Imagine se (no cartaz) um negro estivesse sendo estrangulado por um branco, ou um gay por um heterossexual? A crítica seria enorme. Então vamos deixar claro que isso está errado”.

Nesta sexta-feira, a Fox divulgou um comunicado se desculpando pela escolha da imagem e afirmando que vai retirar todos os cartazes que estiverem espalhados pelos Estados Unidos. “No nosso entusiasmo em mostrar a vilania do personagem Apocalipse, nós não reconhecemos imediatamente a conotação da imagem impressa. Nós nos desculpamos pelas nossas ações e nunca iremos concordar com violência contra as mulheres.”

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade