Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cantora Shakira deverá ser julgada por fraude fiscal na Espanha

Após três anos de investigação, promotoria espanhola quer levar artista colombiana aos tribunais pela acusação de sonegar 14,5 milhões de euros

Por Tamara Nassif 28 jul 2021, 18h55

Depois de três anos de investigação, a Justiça da Espanha comunicou, nesta quarta-feira, 28, que existem “indícios suficientes” para levar a cantora colombiana Shakira a julgamento por sonegar 14,5 milhões de euros (aproximadamente 83 milhões de reais) em impostos. A promotoria acusa a artista de seis crimes fiscais que, em caso de condenação, podem levá-la à prisão.

Shakira “teria deixado de pagar impostos na Espanha durante os anos de 2012, 2013 e 2014, mesmo tendo a obrigação de o fazer por ter sua residência fiscal aqui”, afirma o juiz Marco Jesús Juberías, em documento enviado ao jornal El País. Com base na agenda de shows e apresentações televisionadas, a defesa alega que a cantora teria ficado menos de 184 dias na Espanha em um ano, o que a eximiria da obrigação de pagar impostos no país. Técnicos que analisaram o caso não aceitaram os argumentos, e chegaram a investigar a vida de Shakira em Barcelona com o marido e jogador de futebol Gerard Piqué: embora reconheça que ela viajava com muita regularidade, o Tesouro espanhol considera as saídas como “ausências esporádicas”, uma vez que o local para o qual retornava depois de trabalhar era sua residência na capital da Catalunha.

A receita espanhola ainda afirma que a cantora, assistida por outros réus, tentou esconder sua renda através de “uma série de empresas mercantis”, que figuravam como titulares do patrimônio de Shakira. De acordo com a decisão do tribunal, ela só aparecia como a verdadeira dona da conta em situações “de última instância” ou em “empresas sediadas em paraísos fiscais”.

Registrada em 2018 por um promotor público, a acusação contra Shakira se baseia em uma investigação que rastreou postagens em redes sociais e estabelecimentos comerciais frequentados pela cantora. Na época, assessoria dela divulgou um comunicado que negava irregularidades: “Shakira cumpriu em todos os momentos com suas obrigações tributárias e não deve qualquer quantia à Fazenda espanhola.”

 

Continua após a publicidade
Publicidade