Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Campanha racista — e covarde — propõe boicote a ‘Star Wars’

Perfis falsos no Twitter alegam que o novo longa, estrelado pelo ator negro John Boyega, promove o 'genocídio branco' e que o diretor, J.J. Abrams, é um 'ativista judeu'

Por Da Redação 20 out 2015, 13h45

Após a divulgação do último trailer de Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força, na noite desta segunda, o filme se tornou um dos assuntos mais falados na internet. Porém, uma pequena parcela de perfis no Twitter – muitos deles falsos — iniciou uma campanha de boicote ao longa por ele ter um personagem principal negro, vivido pelo ator britânico John Boyega (de Ataque ao Prédio). As mensagens racistas eram acompanhadas pela hashtag #BoycottStarWarsVII, usadas por usuários que impetravam absurdos, como a acusação de que o filme promove o “genocídio branco” e faz “propaganda anti-brancos”, e a de que o diretor, J.J. Abrams, é um “ativista judeu”.

LEIA TAMBÉM:

Protagonista feminina é destaque em novo trailer de ‘Star Wars’

Fãs apostam que novo filme será o melhor de ‘Star Wars’

Analistas esperam recorde de bilheteria em estreia de ‘Star Wars 7’

A hashtag ficou por um período nos trending topics, os assuntos mais comentados do Twitter. Felizmente, a imensa maioria das mensagens repudiava a campanha na rede de microblogs. “Wookies, ewoks e androides, tudo bem, mas uma pessoa negra é um problema?”, ironizou na rede social a atriz americana Audra McDonald (da série Private Practice). Já Ava DuVernay, diretora de Selma: Uma Luta pela Igualdade (2014), preferiu criar a hashtag #CelebrateStarWarsVII para tirar a outra dos trending topics.

Esta não foi a primeira vez que um grupo de “fãs” de Star Wars criticou a escalação de Boyega como Finn, um soldado Stormtrooper – tropas militares de armadura branca. Em entrevista à revista V Magazine no último dia 8, o britânico de Londres rebateu os comentários racistas. “Eu estou no filme, o que vão fazer em relação a isso? Não estou dizendo para eles se acostumarem com o futuro, porque ele já está acontecendo. Pessoas de cor e mulheres estão aparecendo cada vez mais nos filmes.” Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força chega aos cinemas em 18 de dezembro.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)