Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Bradley Cooper tenta (mas não consegue) ficar feio na Broadway

Ator interpreta Joseph Merrick, britânico com rosto desfigurado que se tornou estrela de shows de aberrações, na peça ‘The Elephant Man’

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h44 - Publicado em 8 dez 2014, 18h54

Bradley Cooper, indicado ao Oscar este ano por Trapaça, deu um tempo do cinema para passar um período nos palcos da Broadway, onde entrou em cartaz neste fim de semana com The Elephant Man. Na peça, o ator interpreta Joseph Merrick, britânico de rosto desfigurado que se tornou estrela de shows de aberrações na Grã-Bretanha vitoriana. Para viver o personagem, Cooper abriu mão de próteses e maquiagem e optou por contorcer seu corpo e rosto. Com seriedade e esforço, o ator até dá conta do papel – só não consegue ficar feio.

A escolha de Cooper, nome constante em listas de homens mais sexy do mundo, causou controvérsia entre os críticos de teatro. Mas sua boa aparência não foi empecilho para conquistar o público e os especialistas, que elogiaram sua atuação. “Inicialmente, sua interpretação parece pretensiosa, do tipo que exige que o público aplauda cada gota de suor que escorre de sua testa. Porém, duas cenas depois, ele se encaixa no papel, e se encaixa muito bem”, escreveu o crítico Alexis Soloski, neste domingo, no jornal britânico The Guardian.

Bradley Cooper na Broadway
Bradley Cooper na Broadway VEJA

Escrita pelo dramaturgo Bernard Pomerance, em 1977, The Elephant Man já foi adaptada para o cinema em 1980, no longa O Homem Elefante, do diretor David Lynch. Na Broadway, a peça abriu quatro sessões de pré-estreia em novembro e arrecadou no período 520 000 dólares (cerca de 1,3 milhão de reais).

Leia também:

Sting participará do próprio musical para salvar bilheteria

Keke Palmer será a primeira Cinderela negra da Broadway

Continua após a publicidade
Publicidade