Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bolt faz chifrinho em repórter brasileiro

'É, o Bolt não estava gostando muito de esperar', riu, embora sem graça, o jornalista

Por Da redação Atualizado em 19 ago 2016, 12h59 - Publicado em 19 ago 2016, 09h55

Na noite em que se tornou o primeiro atleta a vencer a prova dos 200m por três Olimpíadas seguidas e embolsou a oitava medalha de ouro da carreira, o jamaicano Usain Bolt sorria largo. E mais do que isso: fazia graça com os outros. Que o diga o repórter  Mendel Bydlowski, do canal pago ESPN Brasil, que levou chifrinhos do chamado raio das pistas enquanto aguardava para entrar ao vivo com ele na TV.

LEIA TAMBÉM:
Bolt conquista o tri olímpico nos 200m – e segue fazendo história

“É, o Bolt não estava gostando muito de esperar. O monstro Usain Bolt”, riu, embora sem graça, o repórter ao perceber a brincadeira. Por monstro, ele queria dizer mito, claro. Mas fez sua observação em bom português, em todo caso.

Com a vitória desta quinta-feira, Bolt fica a um passo de cumprir o objetivo que traçou para a Rio-2016 – conquistar o tri nos 100m, nos 200m e no revezamento 4x100m. Em entrevista a VEJA antes dos Jogos, o jamaicano afirmou que, se conseguisse isso, seria grande como “Pelé e Muhammad Ali”.

 

https://www.youtube.com/watch?v=VWlFNFH583s

Continua após a publicidade
Publicidade