Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bilheterias crescem no Brasil apesar do aumento de casos de Covid-19

Com 'Mulher-Maravilha 1984' na liderança, cinemas brasileiros registraram 5,14 milhões de reais no fim de semana – o dobro do arrecadado no anterior

Por Tamara Nassif 11 jan 2021, 15h04

No último fim de semana, de 7 a 10 de janeiro, cinemas do país registraram aumento significativo nas bilheterias. De acordo com dados da Comscore, foram 5,14 milhões de reais em receita – o dobro do mesmo período na semana anterior –, com liderança de Mulher-Maravilha 1984, responsável por 3,13 milhões de reais em ingressos vendidos. Em segundo lugar está Legado Explosivo, com 1,03 milhões de reais, seguido por Um Tio Quase Perfeito 2, com 386.200 reais.

O público chegou a 279.000 pessoas, ante 137.000 na semana anterior. Os indicadores contrariam expectativas, dado que o Brasil voltou a registrar, também no final de semana passado, uma média móvel de mortos acima de 1.000 em razão da Covid-19. A última vez que o número de vítimas diárias atingiu tal marca foi na última semana de julho de 2020, simbolizando um retrocesso de cinco meses no combate à pandemia. Especialistas alertam que casos e mortes devem continuar em alta durante as próximas semanas, devido a encontros, festas e reuniões entre o Natal e o Ano-Novo.

Com aumento preocupante no número de casos, prefeituras vêm decretando fechamento de comércios não-essenciais como forma de combate à propagação do vírus. Belo Horizonte, por exemplo, voltou a fechar portas nesta segunda-feira, 11, de shoppings, cinemas, academias, bares e restaurantes frente a Covid-19 ter “chegado no limite” na capital mineira, como dito pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) nas redes sociais. A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) permanece na casa dos 80% – no início de dezembro, era de 44%.

Manaus, que registrou 1.580 internações só nos primeiros 9 dias de janeiro e enfrenta superlotação de hospitais, está na fase roxa, a mais restritiva, com a Justiça do Amazonas determinando suspensão total de atividades e uso de forças policias para manutenção da ordem frente a protestos de manauaras no centro da cidade. No eixo Rio-São Paulo, as atividades seguem normalmente.

Continua após a publicidade
Publicidade