Clique e assine a partir de 8,90/mês

Bianca Toledo e marido davam conselhos amorosos em vídeos

Casal protagonizava o programa online ‘Falando de Amor’, com dicas para fazer o casamento dar certo

Por Da Redação - 8 jul 2016, 09h35

Antes de se envolverem em um grave caso de polícia, os pastores Bianca Toledo e Felipe Heiderich pareciam ser um casal feliz e repleto de ensinamentos para passar. É o que mostra o programa Falando de Amor, feito pelos dois em vídeos caseiros e publicados no canal oficial de Bianca – que conta com cerca de 440.000 assinantes.

Casados desde novembro de 2013, a dupla faz diversas advertências e oferece conselhos para aqueles que buscam um relacionamento saudável. Uma das produções mais recentes, e também mais popular, é o clipe O Poder de um Elogio, publicado em maio deste ano, apenas um mês antes de Bianca acusar o marido de abusar de seu filho de 5 anos.

“Às vezes, a gente quer que a pessoa que está ao nosso lado seja alguém confiante, forte, realizadora. Mas a sua boca não está profetizando isso. E o que está alimentando o coração dele são as palavras que saem da sua boca”, diz ela sobre a importância de elogiar e dar apoio ao marido.

O casal também costumava falar aos solteiros sobre como escolher a pessoa certa e ter um namoro saudável. Em um dos vídeos, Bianca afirma que o primeiro beijo entre ela e Felipe aconteceu apenas depois de quatro meses de oração, quando o namoro foi oficializado juntamente com a data do casamento marcado. “Só então demos o primeiro selinho”, diz, antes de receber a resposta do marido: “Isso porque sou bem apressado. Queria casar no dia seguinte que a conheci”.

Leia também:

Marido de pastora Bianca Toledo é detido por suspeita de pedofilia

Senador afirma que pastor abusava do filho de Bianca Toledo

Marido de Bianca Toledo se defende: ‘acusações falsas’

Continua após a publicidade

Heiderich era famoso por falar constantemente sobre a temática do casamento. No YouTube, uma de suas pregações mais populares chama-se “O que um homem espera de uma mulher de Deus”, que soma mais de 1,2 milhão de visualizações. Ele também é autor do livro Casamento: O Mistério Revelado (Editora Prova Viva), no qual dá conselhos para que um relacionamento não termine em divórcio.

Reação do público – Após Bianca Toledo divulgar em seu Facebook, na quarta-feira, a notícia de que anularia o casamento e que Heiderich estava preso por pedofilia, seguidores do casal passaram a deixar comentários repletos de surpresa e desapontamento nas redes sociais e nos vídeos da dupla.

“Uma boa oratória, versículos decorados, chavões de autoajuda e o estalar indefectível dos flashs… Eis aí esses que enganam, aqueles que desejam ser enganados”, diz um dos usuários do YouTube. “É óbvio que ele é gay”, dizem muitos outros. “Obrigado, Senhor, por fazer a máscara cair apenas oito meses depois desse vídeo hipócrita. Deus é fiel e que a justiça seja feita. Lamentável o fim dessa história.”

https://youtube.com/watch?v=Zd2Tq_JDMQE

Histórico – Heiderich, de 35 anos, foi detido na segunda-feira, 4 de julho, em cumprimento de um mandado de prisão temporária pelo crime de estupro de vulnerável. O caso está sendo acompanhado pela delegada de polícia Cristiana Bento, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) do Rio de Janeiro.

A denúncia foi feita pela mãe da criança, Bianca, no dia 22 de junho. Ela afirma que o marido teria abusado do enteado na residência em que eles viviam no Recreio dos Bandeirantes.

Um inquérito policial foi instaurado e, após a reunião de novas provas, a delegada pediu a prisão temporária pelo prazo de 30 dias. Heiderich está detido no Complexo de Gericinó, isolado em uma cela de Bangu 1. Se for condenado, pode pegar de 8 a 15 anos de prisão.

Segundo o site do jornal Extra, que teve acesso ao pedido de prisão, a delegada responsável pelo caso afirma que Heiderich mostrou um “alto grau de perversão” e que a prisão era imprescindível, para evitar que “outras crianças sejam abusadas pelo acusado”.

Continua após a publicidade
Publicidade