Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bebê tosco de Bradley Cooper em ‘Sniper Americano’ vira piada

Apesar das seis indicações ao Oscar, boneco de plástico segurado pelo ator roubou a atenção do público – e merecia um Framboesa de Ouro

Por Da Redação - Atualizado em 27 jun 2017, 10h13 - Publicado em 21 jan 2015, 08h54

Em tempos que o cinema entrega belíssimas cenas de viagens intergalácticas, mundos que não existem e animais falantes que parecem reais, o diretor Clint Eastwood escorregou ao utilizar um boneco de plástico tosco no filme Sniper Americano. Falso como uma nota de 30 reais, o “bebê” de Bradley Cooper, protagonista da trama indicada em seis categorias do Oscar 2015, virou piada na internet e na imprensa americana.

“O bebê de mentira rouba a atenção da cena. É tão óbvio, e nenhum dos atores parece confortável segurando aquilo. Cooper parece nunca ter segurado um bebê”, diz o site americano Hitfix. “Talvez não fosse confiável deixar Bradley Cooper segurar um bebê de verdade”, brinca a revista americana Time.

Na cômica cena, Cooper e Sienna Miller conversam de forma dramática enquanto ele pega a criança do colo da mãe. É difícil prestar atenção no que os atores falam enquanto o boneco sem peso e sem vida aparece no enquadramento. Para piorar, surge um choro de bebê ao fundo. E a pergunta que resta ao público é: Qual a dificuldade de conseguir uma criança de verdade para fazer uma cena de pouco mais de um minuto?

Leia também:

Estreia de ‘Sniper Americano’ é recorde de Clint Eastwood ​

Jennifer Aniston, Lego… os esnobados do Oscar 2015

Segundo o jornal The New York Times, Jason Hall, um dos roteiristas do filme, tuitou sobre o caso em dezembro, mas logo apagou o post do microblog, que dizia: “Detesto acabar com a diversão, mas o primeiro bebê apareceu com febre, o segundo bebê não apareceu. Então Clint disse: ‘Me dê seu boneco, criança'”.

Sniper Americano estreia no Brasil em 19 de fevereiro. Nos Estados Unidos, o longa fez mais de 90 milhões de dólares no fim de semana de lançamento. Verba que pode ser usada para Eastwood conseguir bebês mais convincentes em filmes futuros.

Continua após a publicidade
Publicidade