Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Avenida Brasil’: Nina revela a Lucinda que ela é inocente

Vestida com um agasalho preto, como se fosse uma ninja, a mocinha visita a mãe do lixão na prisão, onde cumpre pena por assumir o assassinato de Max, e revela que foi Santiago, e não ela, quem matou a mãe de Carminha

Por Da Redação 18 out 2012, 16h19

Nina (Débora Falabella) vai atacar novamente como a restauradora das verdades escondidas em Avenida Brasil. A justiceira vai até o presídio onde Lucinda (Vera Holtz) cumpre pena por assumir o assassinato de Max (Marcelo Novaes) para contar que foi Santiago (Juca de Oliveira), e não ela, quem matou a mãe de Carminha (Adriana Esteves). Além de ser o vilão-mor da novela, praticamente o chefe da sucursal do inferno no Rio de Janeiro, Santiago parece ter também o dom de hipnotizar suas vítimas, já que conseguiu fazer Lucinda acreditar por muitos anos que era a culpada pela morte, pela qual foi condenada.

Ao sair do presídio, Nina vai atingir o ápice de sua vocação para salvadora da pátria e tentar sozinha tirar Tufão (Murilo Benício) do cativeiro mantido pelos capangas de Santiago. Até o figurino da personagem vai combinar com seu espírito de justiceira sem noção do perigo. Vestida com um agasalho preto, Nina vai lembrar um legítimo ninja. Só vai faltar o capuz-viseira que deixa apenas os olhos de fora.

ENQUETE: Que destino merece Carminha?

ENQUETE: Quem matou Max?

ENQUETE: Como Cadinho deve terminar?

Assustado por ser encapuzado no trajeto entre o Divino e o cativeiro, Tufão ganha a companhia de Nina depois de a nora ser capturada pelos capangas de Santiago. O chefe da sucursal do inferno, que trafica joias, mata, abandona filho no lixão e tem contatos com a máfia italiana, obriga também a filha, Carminha, a fazer companhia ao ex-marido no cativeiro (confira foto na galeria acima).

A superpopulação no cativeiro arquitetada por Santiago pode ter um propósito na trama. Ao ver a inimiga da novela inteira sofrer na mão do próprio pai, Nina pode dar início do processo de perdoar e se reconciliar com a mulher que a jogou no lixão quando criança.

DEBATA: ‘Avenida Brasil’ faz um retrato fiel da classe C brasileira?

Continua após a publicidade

Publicidade