Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Avenida Brasil’: Carminha é a vítima da vez

Relação da megera com o pai, o inescrupuloso Santiago, transforma vilã em figura que inspira piedade

Por Da Redação 15 out 2012, 23h17

A lista de maldades praticadas por Carminha (Adriana Esteves) ao longo de Avenida Brasil é longa. Na reta final da novela, porém, a vilã que provocou raiva no público tem se mostrado uma figura que inspira piedade. A mudança ocorre por algo até agora ausente da trama: a relação dela com o pai, o inescrupuloso Santiago (Juca de Oliveira).

ENQUETE: Quem matou Max em ‘Avenida Brasil’?

O fator surpresa, revelado ao público apenas na última semana do folhetim, transformou a vilã em vítima. “Quem diria que eu teria que esperar mais de 30 anos para ver a minha filha como uma moça educada”, disse Santiago, enquanto Carminha lavava os pés do pai numa bacia de água.

O novo visual da megera do do Divino também tem ajudado a criar uma imagem mais simpática aos telespectadores. Os cabelos loiros, antes soltos, foram presos, e as roupas incrementadas e claras foram substituídas por peças surradas. Essa Carminha low profile, agora, prova do próprio veneno: é manipulada.

Continua após a publicidade

Para completar o quadro da nova Carminha, o autor revelou algo importante no capítulo desta segunda-feira: foi Santiago, e não Lucinda, quem matou a mãe da ex-vilã. Ele aproveitou o momento de fraqueza da mulher, que havia acabado de descobrir sua condição de traída, para se apoderar de seus bens.

Leia também:

‘Avenida Brasil’: Mãe Lucinda vira Medeia na tragédia das nove

‘Avenida Brasil’: Clima de último capítulo duas semanas antes do fim

Em ‘Avenida Brasil’, Max cava a própria cova

Continua após a publicidade

Publicidade