Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Atriz Zezé Polessa depõe em delegacia do Rio

Delegacia abriu inquérito para apurar se houve infração ao Estatuto do Idoso

Por Da Redação 24 jan 2013, 20h25

A atriz Zezé Polessa chegou à 32ª Delegacia de Polícia (Taquara) no início da noite desta quinta-feira para prestar depoimento sobre o caso do motorista que morreu de infarto na semana passada após atendê-la. Ele era prestador de serviços da Rede Globo e levava a atriz da casa dela para o Projac no último dia 15. Segundo testemunhas, a intérprete de Berna na novela Salve Jorge discutiu com o motorista depois que ele errou o trajeto. Hipertenso, ele teve uma crise e morreu duas horas depois.

De acordo com o delegado Maurício Mendonça, que investiga o caso, o idoso de 63 anos teria passado mal antes de sair de casa e disse que iria procurar um hospital só depois de deixar a atriz na emissora. “Os filhos da vítima não sabem dizer se houve discussão entre a atriz e o pai deles.”

O objetivo do inquérito é confirmar se Zezé Polessa descumpriu o Estatuto do Idoso, que estabelece pena de prisão de seis meses a um ano para quem “humilhar, desdenhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa”. A Polícia também quer saber se há relação direta entre a morte do motorista e a discussão. A atriz pode ser indiciada por homicídio culposo.

Ao chegar à delegacia nesta terça, ela se recusou a falar com a imprensa. Acompanhada de advogados, afirmou que tudo será esclarecido.

Leia também:

Motorista de Zezé Polessa passou mal antes de sair de casa

Globo e Zezé Polessa se solidarizam à família do motorista morto após discussão

Continua após a publicidade
Publicidade