Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Atores se revoltam contra estupro em ‘O Último Tango em Paris’

Diretor Bernardo Bertolucci confessou que a atriz Maria Schneider -- na época com 19 anos -- não sabia o que aconteceria na cena de sexo

Por Da redação Atualizado em 26 nov 2018, 16h14 - Publicado em 5 dez 2016, 15h52

Nos últimos dias, Hollywood foi tomada por uma onda de críticas dirigidas ao diretor Bernardo Bertolucci e ao ator Marlon Brando, depois de ressurgir na internet uma entrevista em que o cineasta admite que filmou uma cena de sexo não consentido em O Último Tango em Paris (1972). No vídeo de 2013, republicado por uma ONG espanhola, Bertolucci conta que a atriz Maria Schneider — na época com 19 anos — não sabia o que aconteceria na cena em que o personagem de Brando, usa manteiga como lubrificante nela. A sequência é uma das mais polêmicas da história do cinema.

“A sequência da manteiga foi uma ideia que tive na manhã anterior à filmagem. Fui horrível com Maria, porque não lhe disse o que iria acontecer”, declarou o diretor na entrevista de 2013, e ainda completou que a intenção era que Schneider reagisse “como uma menina, não como um atriz”.

Maria Schneider, que morreu de câncer em 2011, chegou a dizer em uma entrevista ao jornal Daily Mail que chorou muito durante a cena e que cortou relações com o diretor após o ocorrido. “E me senti estuprada”, disse na ocasião. O cineasta, contudo, nunca pediu desculpas para a atriz e até hoje afirma que sacrifícios precisam ser feitos em nome da arte. 

Muitas atrizes se manifestaram nas redes sociais sobre o assunto. “Para todas as pessoas que amam esse filme, o que vocês estão vendo é uma garota de 19 anos ser estuprada por um homem de 48. O diretor planejou o ataque. Me sinto enojada”, criticou a atriz Jessica Chastain, no Twitter.

Continua após a publicidade

Evan Rachel Wood, de Westworld, que recentemente denunciou um abuso sexual que ela mesma sofreu, republicou a mensagem de Chastain. “Isso é doloroso e ultrajante. Os dois são muito doentes para pensar que estava tudo bem”, completou

No Instagram, Lena Dunham, estrela da série Girls, publicou uma foto de Schneider. “Eu sinto muito que a arte tenha se tornado dor ao invés de libertação para você”, escreveu na rede social.

https://www.instagram.com/p/BNltoZplHAv/?taken-by=lenadunham
Homens também criticaram o ato do diretor. “Eu nunca vou olhar para este filme, Bertolucci ou Brando da mesma forma. Isto é além de nojento. Sinto muita raiva”, escreveu Chris Evans no Twitter.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês