Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Ator negro de ‘Star Wars’ perde espaço em pôster chinês

John Boyega, que vive Finn no novo longa, teve sua imagem alterada em cartaz que promove o filme no país asiático

Por Da Redação 7 dez 2015, 14h41

Na China, o cartaz de divulgação do filme Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força passou por uma alteração que causou controvérsia na internet. O personagem Finn, interpretado pelo britânico John Boyega, foi consideravelmente diminuído na arte do pôster. Na versão americana, o ator é um dos destaques, já no país asiático, ele apareceu bem menor e em uma área quase escondida.

Não há um motivo concreto para a modificação – já que o espaço que Boyega ocupava ficou vazio. Nas redes sociais, porém, muitos apontaram que o ator teria sido vítima de racismo. “Isso é uma minimização da importância do personagem apenas por ele ser negro”, escreveu uma pessoa no Twitter. “Querida China, o principal herói do novo Star Wars é o nosso garoto de Londres, John Boyega. Algum problema com isso?”, ironizou outro. O filme está previsto para chegar na China em 9 de janeiro.

LEIA TAMBÉM:

Campanha racista — e covarde — propõe boicote a ‘Star Wars’

Mark Hamill diz ter perdido 23 kg para novo ‘Star Wars’

Continua após a publicidade

Novo ‘Star Wars’ também será filme ‘de menina’, diz diretor

‘Star Wars’: Máscaras e sabres de luz serão proibidos em cinemas nos EUA

Em outubro, pouco depois da divulgação de um dos trailers do longa, uma campanha racista ganhou força na internet, mobilizando diversos perfis falsos no Twitter com o intuito de boicotar o filme pelo fato de Boyega ser um dos protagonistas da produção.

O filme chega aos cinemas brasileiros em 17 de dezembro, um dia antes de estrear nos Estados Unidos. A trama vai se passar trinta anos após os acontecimentos de Star Wars: Episódio VI – O Retorno do Jedi (1983) e aposta-se que será o melhor longa da franquia. A resposta positiva já vem acontecendo, com as altas cifras de bilheteria obtidas pelo filme apenas em sua pré-venda.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)