Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ator de ‘Empire’ é indiciado por dezesseis crimes após investigação

Segundo a polícia, Jussie Smollett forjou o ataque que sofreu no final de janeiro

Por Redação - 8 mar 2019, 21h53

Jussie Smollett, intérprete do personagem Jamal Lyon na série Empire, foi indiciado por dezesseis crimes, relacionados ao ataque racista e homofóbico que ele afirmou ter sofrido ao fim de janeiro e que a polícia, depois, classificou como forjado pelo próprio ator. Segundo o site TMZ, todos os crimes foram por “falso boletim de ocorrência”, por causa de mentiras que o americano contou à polícia em duas ocasiões.

Porta-vozes do ator foram procurados pela imprensa americana para comentar o assunto, mas não deram retorno.

Na noite de 29 de janeiro, o artista foi hospitalizado dizendo que havia sofrido um ataque racista e homofóbico de dois homens ao deixar um restaurante. Após as investigações, no entanto, a polícia de Chicago afirmou que Smollett mentiu sobre o ocorrido e que o incidente foi, na verdade, encenado. Segundo a CNN, o ator pagou cerca de 3.500 dólares aos supostos agressores para que encenassem a briga.

Smollett chegou a ser detido e foi solto apenas após o pagamento de fiança no valor de 100.000 dólares. A Fox, emissora responsável por Empire, decidiu tirar o ator dos últimos dois episódios da quinta temporada do seriado.

Continua após a publicidade
Publicidade