Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Após criticar Malafaia, Luana Piovani diz ser evangélica

Atriz afirma que foi criada frequentando a Igreja Adventista do Sétimo Dia

Por Da redação Atualizado em 3 mar 2017, 22h19 - Publicado em 3 mar 2017, 19h15

Luana Piovani afirmou ser evangélica em um vídeo publicado no Instagram. A revelação acontece um dia após a atriz criticar o pastor Silas Malafaia na mesma rede social. “Eu sou evangélica. Fui criada sob os preceitos da Igreja Adventista do Sétimo Dia. A minha avó era fervorosa. Nós íamos ao culto em Jaboticabal e era maravilhoso”, conta.

Ela ainda afirma que passou a contribuir com a instituição a partir dos 14 anos de idade, quando começou a trabalhar. “Eu mandava dízimo para a minha igreja. Quando visitava a igreja, via o retorno com um bebedouro novo, um filtro novo…”, diz antes de criticar os pastores que usam o sistema de doações para enriquecer. “Existem muitos pastores que não fazem isso. Como em todos os lugares, existe sempre uma banda podre.”

  • Na quarta-feira, Luana publicou uma reprodução da discussão entre Silas Malafaia e um perfil falso da atriz Vera Holtz no Twitter. O pastor chamava de “safadeza” a decisão da Disney de inserir um personagem homossexual em seu novo filme, A Bela e a Fera. O perfil da internet respondeu dizendo que “safadeza” era lavar dinheiro usando a fé das pessoas. “Bando de levianos, usam o santo nome de Deus pra pregar desamor. Que vergonha e repulsa sinto por esse tipo de gente!”, escreveu Luana na legenda da imagem.

    View this post on Instagram

    #somostodosveraholtz Bando de levianos, usam o santo nome de Deus pra pregar desamor. Que vergonha e repulsa sinto por esse tipo de gente!

    A post shared by Luana Piovani (@luapio) on

    Continua após a publicidade
    Publicidade