Clique e assine com até 92% de desconto

Antes do príncipe: quem é o ex-marido de Meghan Markle

Noiva de príncipe Harry teve um relacionamento de nove anos com produtor em Hollywood

Por Redação Atualizado em 7 mar 2018, 10h25 - Publicado em 7 mar 2018, 10h12

Antes de galgar seu caminho para os palácios da família real britânica, Meghan Markle, 36 anos, foi casada com o americano Trevor Engelson, 41. Por causa do divórcio da atriz, Harry, 33, precisou pedir à avó, a rainha Elizabeth II, que autorizasse a união entre eles, marcada para o dia 19 de maio. Até o momento, o ex-marido de Meghan tem se mantido discreto, mas sua carreira em Hollywood impede o anonimato – e há rumores de que ele planeja uma série inspirada em seu romance com a atriz.

Nascido em Nova York, Trevor Engelson começou a carreira como assistente de produção, até se tornar produtor e empresário de talentos. Em seu currículo, estão comédias como Licença para Casar (2007), com Robin Williams, e Maluca Paixão (2009), com Sandra Bullock; além do drama Lembranças (2010), com Robert Pattinson. No último, aliás, Meghan faz uma rápida participação como uma bartender. Veja abaixo:

Meghan e Engelson se conheceram em 2004 e ficaram noivos seis anos depois, em 2010. Segundo noticiou a imprensa estrangeira, o casamento aconteceu em 10 de setembro de 2011, no resort Jamaica Inn, em Ocho Rios, Jamaica. A cerimônia à beira-mar durou cerca de 15 minutos e foi acompanhada por cem convidados. Já a festança se manteve ao longo de quatro dias com o casal e os amigos, no hotel.

  • Também em 2011, Meghan entrou para o elenco de Suits e teve que se mudar para Toronto, Canadá, onde a série é gravada, enquanto o marido continuou a trabalhar em Los Angeles. A distância teria sido o principal motivo do fim do casamento, dois anos mais tarde. Em agosto de 2013, o casal assinou o divórcio e declarou “diferenças irreconciliáveis” como causa para o término.

    Segundo Abby Wathen, amiga de Meghan, em declaração ao documentário Prince Harry and Meghan: Truly, Madly, Deeply, da rede britânica ITV, o divórcio ajudou a noiva do príncipe Harry a se “empoderar como mulher”.

    “Ela sempre soube que seria bem-sucedida. Ela sabe o que quer e vai atrás. Ficamos amigas porque, quando ela se casou, eu também estava me casando. Depois nós duas nos divorciamos e ajudamos uma à outra. Eu estava destruída, mas ela ficou empoderada. Ela tomou sua força de vontade de volta. Aquele relacionamento não era certo para ela, e ela decidiu seguir em frente.”

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade