Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Animador de ‘Frozen’ cria série de vídeos de Olaf durante quarentena

Dentro de casa, Hyrum Osmond traz ao YouTube o cotidiano do famoso boneco de neve de 'Frozen'

Por Tamara Nassif 9 abr 2020, 17h25

Enquanto o mundo do entretenimento testemunha o que pode ser sua maior crise na história por causa da pandemia do novo coronavírus, profissionais de animação digital têm se esforçado para provar que o show tem que continuar. Em uma estratégia que promete agradar as crianças dentro de casa, Hyrum Osmond, supervisor das produções que envolvem Olaf, o famoso boneco de neve dos filmes Frozen, criou uma série de pequenos vídeos sobre a vida e o dia a dia do personagem, enquanto “ele não está salvando o mundo com Anna e Elsa”.

Chamada de “Em casa com Olaf”, a sequência de animações foi inicialmente pensada como um projeto solo de Osmond, em fevereiro deste ano, mas passou a ter uma equipe de produtores e artistas quando as medidas de contenção do vírus se intensificaram nos Estados Unidos. Com mais de uma cabeça na produção, os episódios terão mais requinte técnico, especialmente em quesitos de iluminação e ambientação: “Eu não preciso fazer a animação sozinho agora. Eu amo animar o Olaf, mas temos uma equipe incrível para inventar e dar o próprio toque à coisa”, disse Osmond ao site americano Entertainment Weekly.

A minissérie da Disney pode ter grandes implicações para a indústria da animação, já que entrega um entretenimento passível de ser adaptado à pandemia enquanto live-actions estão sem ter para onde ir. Não à toa, o mesmo está sendo feito por animadores da Fox, Nickelodeon e Warner Bros., bem como de streamings: o diretor Jorge Gutierrez continua a trabalhar na série animada Maya and the Tree, da Netflix, por exemplo.

“A tecnologia está disponível por aí e existe a possibilidade de continuar fazendo o que fazemos dentro de casa”, disse Osmond. “É isso que eu acho fantástico nessa minissérie. Eu consegui tocar o projeto sozinho, mas, quando um time de animadores pode participar também, percebi que eles poderiam trabalhar diretamente de casa”. Além disso, o suporte técnico da Disney continua a prestar serviços quando necessário.

Os grandes beneficiados da empreitada são as crianças em quarentena. “Temos uma grande vontade de pôr sorrisos nos rostos da garotada“, disse Osmond. Apesar de não terem histórias, os episódios são “amáveis e calmantes” e, até o momento, quatro estão disponíveis no YouTube da Walt Disney Animation Studios. No total, serão vinte vídeos de pouco menos de um minuto de duração.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade