Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Angra se redime de show medonho do Rock in Rio 2011

Banda se apresentou com a participação de Dee Snider, da banda Twisted Sister, e da cantora alemã Doro Pesch

Por Amanda Prado, da Cidade do Rock 19 set 2015, 19h25

Foi com um respiro de alívio que os fãs receberam o Angra no fim da tarde deste sábado, no segundo dia do Rock in Rio. Atração do palco Sunset, o grupo se redimiu da apresentação medonha feita em 2011, que contou com um Angra desestruturado e diversas falhas técnicas. O momento de superação, contudo, era esperado, afinal, não tinha como ficar pior…

Quatro anos depois, o novo vocalista, o italiano Fabio Lione, se mostrou mais seguro e colocou para bater cabeça o público da Cidade do Rock. O show também serviu para marcar a última participação do guitarrista Kiko Loureiro na banda. O músico, que vai passar uma temporada com o Megadeth, será substituído por Marcelo Barbosa, do Almah, que também se apresentou nesta tarde.

Leia também:

Rock in Rio: No dia do metal, preto é a cor mais quente

Continua após a publicidade

Adam Lambert se esforça e Queen triunfa no 1º dia do Rock in Rio

De vaias a peitos de fora, confira destaques do 1º dia do Rock in Rio

Apesar do empenho em se redimir, o Angra contou com duas atrações especiais que reforçaram a apresentação: Dee Snider, vocalista da banda Twisted Sister, e a cantora alemã Doro Pesch, chamada “rainha do metal”. Doro participou do último álbum gravado pela banda, Secret Garden, e cantou no palco em Crushing Room.

O show começou com Newborn Me, também do novo álbum, mas foi com Carry On que a empolgação da plateia cresceu. Rebirth, uma das músicas mais famosas da banda, também foi aclamada pelo público. Outro ponto alto foi a canção I Wanna Rock, entoada por Snider. A multidão, em coro uníssono, levantava ao mesmo tempo os braços, esticando os dedos indicador e mindinho, as simbólicas “mãos chifradas”, gesto clássico de roqueiro, na hora de gritar repetidas vezes “rock!”. Snider também cantou We Are Gonna Take, que encerrou o show.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês