Clique e assine com até 92% de desconto

Allison Mack tentou cooptar Emma Watson para a seita do sexo

Atriz de 'Smallville' que participava de grupo de Keith Raniere está sendo acusada de exploração sexual

Por Redação Atualizado em 26 abr 2018, 15h11 - Publicado em 25 abr 2018, 16h18

A atriz Allison Mack, a Chloe da série Smallvilleé acusada de exploração sexual por ser uma das líderes de um grupo religioso americano intitulado NXIVM. Um dos papéis da atriz dentro da seita era cooptar novas garotas, que serviam como parceiras sexuais para o líder, Keith Raniere. Tuítes antigos de Allison sugerem que ela tentou atrair até Emma Watson para o grupo. 

“Emma Watson, sou uma atriz como você e estou envolvida em um maravilhoso movimento de mulheres que acho que você vai curtir. Adoraria conversar com você, se estiver aberta”, escreveu Allison no Twitter em janeiro de 2016.

Em fevereiro do mesmo ano, a atriz tentou novo contato: “Participo de um movimento de mulheres e desenvolvimento humano único que adoraria apresentar a você. Como uma colega de profissão, me identifico muito com a sua visão e com o que você quer para o mundo. Acho que poderíamos trabalhar juntas. Me avise se estiver disposta a conversar”, escreveu na rede social. A atriz de Harry Potter não respondeu a nenhuma das mensagens publicamente.

  • Allison Mack foi solta nesta segunda-feira depois de pagar uma fiança de 5 milhões de dólares e agora espera por julgamento em prisão domiciliar. De acordo com o jornal britânico The Sun, a atriz era definida como uma “escrava” direta do líder, espécie de arcebispa de Raniere, e também como “mestre” encarregada de talhar adventícios da seita. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade