Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Adeus’ de Rick abre possibilidades para o futuro de ‘The Walking Dead’

Andrew Lincoln se despede de forma misteriosa da série enquanto roteiro se renova de forma drástica para recuperar a audiência perdida

Por Raquel Carneiro Atualizado em 5 nov 2018, 13h11 - Publicado em 5 nov 2018, 08h44

Em 2010, The Walking Dead chegou às televisões sem grandes inovações no quesito “como começar uma trama de zumbi”: um homem em coma acorda em um mundo destruído tomado por mortos-vivos — e vivos amedrontados em fuga. Rick Grimes, interpretado por Andrew Lincoln, é um xerife que, após levar um tiro, acaba na cama de um hospital. Quando retoma a consciência, sai pelas ruas em busca de ajuda e quase acaba atacado por um zumbi, não fosse a ajuda de Morgan (Lennie James), que salva o perdido transeunte e lhe explica que a sociedade mudou um bocado.

De lá para cá foram nove temporadas de muita violência, reviravoltas e algumas sacadas filosóficas ao fundo, em que Rick experimentou, assim como a série, altos e baixos. Perdeu a esposa, o melhor amigo e, recentemente, o filho adolescente. Entrou em guerra, achou que venceu, mas teve tempo de perceber que as guerras não acabam assim tão fáceis. Foi do líder cabeça ao homem frio que mata sem perguntar antes, e oscilou diversas vezes entre a crueldade e a tentativa de ser o policial pacífico do período pré-apocalipse.

Foi neste ponto, após tentar, novamente, salvar seu grupo, que Rick acabou acidentado em meio à uma passeata de zumbis. Ele escapou mais uma vez e passou por momentos de delírio, que o levaram a ver antigos personagens mortos. Por fim, o xerife foi salvo por Jadis (Pollyanna McIntosh) e misteriosamente levado em um helicóptero no fim do episódio What Comes After, exibido neste domingo pela Fox no Brasil.

Apesar do status “desaparecido”, Rick não deve voltar à série, mas poderá ser visto novamente. Scott Gimple, produtor executivo do programa, falou logo após a exibição do capítulo que Lincoln e seu personagem vão atuar em filmes feitos para a TV, que vão expandir o universo já grandinho de The Walking Dead — a série conta com uma derivada, a Fear The Walking Dead, além dos quadrinhos em que foi inspirada.

  • Enquanto isso, para renovar o programa, que enfrenta uma constante queda de audiência e espectadores cada vez menos interessados no vai e vem do roteiro, os produtores se distanciaram ainda mais da trama original da HQ e deram um salto no tempo. O próximo episódio, Who Are You Now (Quem é você agora? em tradução livre) que será exibido no domingo, 11, trará um elenco com novas caras, enquanto as conhecidas vão ganhar um tratamento envelhecido de seis anos à frente.

    A mudança é bem-vinda. Agora, basta esperar para ver se o roteiro vai realmente funcionar. A nona e atual temporada é a chance para provar que a série merece mais alguns anos no ar.

    Continua após a publicidade
    Publicidade