Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Academia do Emmy votará expulsão de Harvey Weinstein em novembro

Produtor é acusado de assédio por mais de 40 mulheres. Ele já foi expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar

Por Da redação Atualizado em 25 out 2017, 21h14 - Publicado em 20 out 2017, 14h35

A Academia de Televisão, responsável pelo Emmy, votará a expulsão de Harvey Weinstein em novembro, segundo anunciou em comunicado enviado à imprensa americana na noite desta quinta-feira. “Assédio sexual em todas as suas formas é abominável e totalmente inaceitável”, diz a nota. “A televisão é uma indústria colaborativa e nós apoiamos completamente aqueles que foram afetados por essas alegações.” O produtor de cinema e TV é acusado por mais de quarenta mulheres de assédio e abuso sexual.

  • Em seguida, a organização apresenta os próximos passos sobre o caso. “O conselho de diretores da Academia de Televisão se encontrou nesta tarde. Em acordo com os princípios estabelecidos da Academia, foi decidido iniciar o processo disciplinar envolvendo o membro Harvey Weinstein; esses procedimentos podem resultar em término da associação (de Weinstein na organização). Seguindo o estatuto da Academia, uma audiência foi marcada para o começo de novembro.

    A empresa fundada por Harvey Weinstein, The Weinstein Company, está por trás de séries como Project Runway e Marco Polo, da Netflix. Apesar disso, ela é mais conhecida por seus projetos no cinema. Por causa das acusações de assédio e abuso, o produtor foi expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar, no último fim de semana.

    Publicidade