Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

A ação do casal Obama que reuniu de Beyoncé ao BTS contra o racismo

Evento online tinha como intuito realizar discursos aos alunos que tiveram suas formaturas interrompidas pela pandemia — mas foi muito além

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 8 jun 2020, 15h03 - Publicado em 8 jun 2020, 14h42

O casal Barack e Michelle Obama mostrou mais uma vez sua força e esperteza ao lançar, neste fim de semana, uma ação de cunho educativo que uniu grandes celebridades em diversos vídeos e viralizou nas redes sociais. Para celebrar o hábito de discursos motivacionais em cerimônias de formatura — que costumam acontecer entre maio e agosto nos Estados Unidos —, festas canceladas pela pandemia este ano, os Obamas convidaram de Beyoncé ao grupo sul-coreano BTS para gravarem vídeos com mensagens encorajadoras aos jovens formandos. As falas, porém, foram muito além, alcançando milhões de visualizações e falando de assuntos caros ao momento pelo qual passa os Estados Unidos, especialmente na denúncia contra o racismo. Também participaram nomes como Lizzo, que abriu o evento virtual com a filarmônica de Nova York, Alicia Keys, Mariah Carey, Lady Gaga, Jennifer Lopez, Shonda Rhimes e Malala.

ASSINE VEJA

Os riscos da escalada de tensão política para a democracia Leia nesta edição: como a crise fragiliza as instituições, os exemplos dos países que começam a sair do isolamento e a batalha judicial da família Weintraub
Clique e Assine

O momento mais emotivo da live que durou mais de quatro horas ficou com Beyoncé. A cantora fez um forte discurso ressaltando as manifestações que estão se seguindo nos Estados Unidos contra o racismo: “Queridos graduados, por favor, lembrem de tirar um momento para agradecer suas famílias e a comunidade que apoiaram vocês. Vocês estão alcançando coisas que alguns pais e avós nunca poderiam imaginar para eles mesmos. Vocês são a resposta para uma geração de orações”. A vencedora de 24 Grammys ainda reiterou que apesar das vitórias, a vida também é feita de derrotas: ela, afinal, perdeu 46 vezes o maior prêmio da música.

“Assim como os Estados Unidos venceram a escravidão nas recessões e depressão da Guerra Civil, Pearl Harbor e 11 de setembro e todos os tipos de convulsões sociais, podemos emergir de nossas circunstâncias atuais mais fortes do que antes, melhores do que antes. Mas, como sempre foi verdade em momentos importantes da história, vai depender de jovens como você ir lá e reescrever o que é possível”, disse Barack Obama.

Continua após a publicidade

 

Taylor Swift disse em seu discurso que na época de sua formatura, ela também perdeu a cerimônia por causa do trabalho. “Eu me encontrei em uma turnê de rádio com minha mãe em carros de aluguel, sentada no chão de aeroportos e acabei recebendo meu diploma por correio. Uma boa lição é esperar o inesperado e comemorar de qualquer maneira”, disse a cantora.

Mariah Carey revelou que era uma estudante atrasada e que nunca chegava a tempo para as aulas. “Para todos os professores, especialmente aqueles que tiveram de lidar com alunos como eu, que nunca apareciam na escola na hora, vocês ajudaram esses alunos a cruzar a linha de chegada! Turma de 2020, vocês conseguiram”, disse a cantora que logo depois começou a cantar Hero.

Confira o show de formatura completo:

Continua após a publicidade
Publicidade