Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

’50 Tons de Cinza’ ganha versão pornô ilegal

A produtora de filmes eróticos Smash Pictures é processada pelos estúdios Universal e a autora E.L. James por adaptação não-oficial do romance sadomasoquista

Por Da Redação 30 nov 2012, 17h13

A autora da trilogia Cinquenta Tons de Cinza E. L. James e os estúdios Universal, detentores dos direitos para adaptar o livro ao cinema, processam uma produtora de filmes eróticos, nos Estados Unidos. A companhia Smash Pictures lançou uma adaptação do romance que virou best-seller sem autorização.

LEIA TAMBÉM:

Autora se diz envergonhada de ver homens lendo ’50 Tons’ ‘

50 Tons de Cinza’ é o novo preto

Quem vai viver o galã sado de ’50 Tons’ no cinema? Fãs fazem as suas apostas

De acordo com o jornal The New York Post, a versão pornô da história de Anastasia e Christian Grey reproduz exatamente diálogos e ações contidas na trilogia.

No processo, a Universal afirma que a Smash Pictures tem planos de lançar mais duas adaptações de Cinquenta Tons de Cinza, além de ter firmado parceria com uma marca de brinquedos eróticos para vender objetos mostrados nos filmes.

Continua após a publicidade
Publicidade