Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

120 anos do nascimento de Walt Disney: 3 inovações no mundo da animação

Para além do grande artista, o criador de Mickey Mouse também foi responsável pela criação de técnicas que revolucionaram o cinema

Por Marcelo Canquerino Atualizado em 3 dez 2021, 21h21 - Publicado em 5 dez 2021, 10h00

O dia 5 de dezembro marca os 120 anos do nascimento de Walter Elias Disney (1901-1966), mais conhecido como Walt Disney, responsável pela construção de um império dentro da indústria do entretenimento. Criador da marca que tem como símbolo o rato Mickey Mouse, ele logo transformou-se em um grande pioneiro no ramo das animações. Com personagens marcantes e histórias que sobreviveram ao tempo, Walt destacou-se não só como artista, mas também como o gênio por trás do desenvolvimento de técnicas que revolucionaram o modo de se fazer cinema. Confira abaixo três inovações que fizeram de Walt Disney referência no universo da animação:

Primeiro curta animado com som sincronizado de sucesso 

/
Cena do curta ‘Willie do Barco a Vapor’. Walt Disney Studios/Reprodução

A figura de Mickey Mouse ganhou fama de verdade após uma empreitada ousada de seu criador, Walt Disney, em 1928. Com o surgimento do som no cinema, Walt colocou na cabeça que queria desenvolver um curta-metragem animado com som sincronizado. As primeiras tentativas deram tremendamente errado, mas, persistindo, ele obteve sucesso em uma das produções que, até hoje, é considerada um marco para o cinema de animação. Willie do Barco a Vapor acompanha as peripécias do ratinho no comando de um navio e, de cara, tornou-se um grande sucesso entre o público, além de ter recebido ótimas críticas da mídia especializada, como a revista americana Variety e o jornal The New York Times. Apesar de outros estúdios terem feito curtas animados com som pouco tempo antes, nenhum deles chegou aos pés do sucesso de Walt Disney. O grande diferencial estava no fato de que as ações dos personagens no filme foram milimetricamente planejadas para receber cada música e cada efeito de som.

Continua após a publicidade

O legado de Branca de Neve e os Sete Anões 

Cena do filme 'Branca de Neve e os Sete Anões', de 1937
Cena do filme ‘Branca de Neve e os Sete Anões’, de 1937 Divulgação/VEJA

Antes mesmo de se preocupar em fazer produções com som, Walt Disney já demonstrava interesse em desenvolver animações com cor. Em 4 de fevereiro de 1938 ele concretizou esse objetivo ao lançar nos cinemas dos Estados Unidos o clássico Branca de Neve e os Sete Anões, o primeiro longa-metragem animado a cores. O cenário, envolto em desafios, também provou-se propício para o desenvolvimento de novas tecnologias em outras áreas que revolucionaram o cinema, como a criação de uma câmera multiplano que câmera que aumentava a tridimensionalidade das imagens. Outra técnica que auxiliou a produção do filme foi a rotoscopia, no qual uma cena é filmada com pessoas reais e depois passada para desenho. Branca de Neve foi o filme com som de maior bilheteria na época de seu lançamento e é considerado, até hoje, como o maior filme de animação americano de todos os tempos pelo American Film Institute.

Criação do Walt Disney Imagineering e a revolução nos parques temáticos

Parque Disney, na Califórnia
Parque Disney, na Califórnia VEJA.com/Divulgação/Divulgação

Unindo visão artística a criatividade e ao bom faro para negócios, Walt Disney também foi muito bem sucedido no ramo de parques temáticos. Até hoje, o que mais chama a atenção em todos os parques da empresa são as atrações grandiosas. Nada disso seria possível sem a criação do Walt Disney Imagineering, núcleo de design e desenvolvimento fundado pelo próprio Walt na época da construção da Disneyland, em 1995, que é responsável por dar vida aos parques. O time que compõe o setor possui profissionais que vão de ilustradores e roteiristas, até arquitetos, engenheiros e designers gráficos. Em termos de inovação, o núcleo já obteve ao longo dos anos mais de 115 patentes em áreas diversas como entretenimento ao vivo, efeitos especiais e fibra óptica. De todas as tecnologias, a Imagineering é mais conhecida pelo criação dos animatrônicos, uma forma de robótica usada em shows e atrações de parques temáticos que permite animação em três dimensões. A ideia dos robôs surgiu graças a fascinação de Walt Disney por um pássaro mecânico que ele comprou em Nova Orleans. Atualmente, os animatrônicos são usados em diversas atrações dos parques da Disney, como as de Piratas do Caribe Star Wars.

Continua após a publicidade

Publicidade