Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Frente fria começa a perder força, mas temperaturas continuam baixas

Previsão para o domingo é de geada no Sul e no Sudeste, na região entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro

Por Da Redação 21 Maio 2022, 22h46

A frente fria que atingiu o Brasil deve se dissipar na próxima semana, de acordo com as previsões de meteorologistas. A massa polar começa a se afastar em direção ao oceano, e com isso, o continente começa a esquentar. As temperaturas, no entanto, continuarão baixas, especialmente nas regiões Sul e Sudeste do país.

A previsão para este domingo, 22, é de geada no Sul e no Sudeste, na região entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, no entorno da Serra da Mantiqueira. “As localidades que ficam com temperatura quente são parte do Centro-Oeste, Norte, Nordeste, onde também é normal ficar acima de 30°C”, disse Olívio Bahia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A umidade também ficará baixa nas regiões mais frias. “Até o meio de semana, sem condição para chuva no centro-sul, pelo menos até quarta ou quinta-feira, então fica seco em parte do Brasil. A chuva fica concentrada mais no extremo norte do país, na faixa norte do Amazonas, do Pará, Amapá, Roraima, parte do Nordeste também, e no restante da área esse tempo seco, com umidade abaixo dos 30%”, destacou Bahia.

O meteorologista explica que o outono é um período de transição, em que se espera temperaturas frias, o que faz com a chegada da massa de ar frio não seja atípica, mas incomum. Ele acrescenta que não é possível afirmar que o inverno deste ano será mais rigoroso, mas é certo que houve uma antecipação de temperaturas normalmente observadas a partir de junho.

Entre os cuidados necessários neste período, o meteorologista do Inmet destaca a prevenção de queimadas, tendo em vista a antecipação do período seco, a atenção às doenças respiratórias e o acolhimento da população de rua. “Daqui até o final do inverno, as noites vão ser um pouco mais ou um pouco menos, mas sempre agressivas, principalmente para quem está em situação de rua”, afirmou.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)