Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
#VirouViral Por Duda Monteiro de Barros Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet

Monark se arrepende de pedir desculpas por defender partido nazista

O ex-apresentador do Flow Podcast também ironizou nas redes seu 'cancelamento'

Por Duda Monteiro de Barros Atualizado em 6 jun 2022, 17h35 - Publicado em 6 jun 2022, 16h28

Bruno Aiub, mais conhecido como Monark, voltou a viralizar nas redes após ser entrevistado no podcast “Cara a tapa”. O youtuber sofreu represálias em fevereiro após defender, em nome de uma suposta liberdade de expressão, a criação de um partido nazista durante um episódio do Flow em debate com os deputados federais Kim Kataguiri (DEM-SP) e Tábata Amaral (PSB-SP).

“Eu acho que tinha que ter um partido nazista reconhecido pela lei. As pessoas não têm o direito de ser idiotas? Se o cara quiser ser antijudeu, eu acho que ele deveria ter o direito de ser”, afirmou. Depois que o vídeo teve repercussão internacional, o influenciador foi afastado da apresentação do programa.

No último domingo, 5, quatro meses após seu “cancelamento”, Aiub garantiu que se arrependeu de pedir desculpas pelo ocorrido. Na época, em vídeo de oito minutos no Instagram, Monark declarou que havia sido tirado de contexto e que o nascimento de uma legenda nazista não significa que ele esteja alinhado com a ideologia.

“Eu não pedi desculpa pela minha ideia, pelo que penso. Pedi desculpas pela forma como entreguei essa ideia para a população”, disse. “Não foi inteligente da minha parte ter pedido desculpa. Devia ter ficado quieto […]  O problema de quando você pede desculpa é que você valida a narrativa de que você fez o que estavam te imputando, mesmo que não fosse verdade”, completou. Veja:

Também nesta semana, o youtuber postou uma foto em clima de ostentação com legenda sugestiva. “Nem tudo foi cancelado, graças a Deus”, escreveu. Nos comentários, Kataguiri e o vereador Márcio Colombo (PSDB)  fizeram comentários respaldando o deboche do colega. “Vida boa de cancelado”, brincou Colombo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)