Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
#VirouViral Por Duda Monteiro de Barros Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet

Anitta vai virar personagem de livros de história?

Internautas brincam que tatuagem da cantora motivou investigações sobre uso de verbas de artistas sertanejos

Por Duda Monteiro de Barros Atualizado em 31 Maio 2022, 13h42 - Publicado em 31 Maio 2022, 12h54

Foi um efeito borboleta. Há pouco mais de um ano, Anitta resolveu fazer uma tatuagem íntima. O momento foi registrado e compartilhado pela própria cantora e, lógico, logo se formaram dois grupos: os que adoraram a ousadia da superpoderosa e os que a classificaram como “sem noção” (dentre outros adjetivos piores). Fato é que gerou engajamento — e muito mais do que o esperado.

Em 2022, com as eleições presidenciais se aproximando e os ânimos fervendo, o cantor sertanejo Zé Neto resolveu ressuscitar, sem mais nem menos, a peripécia de Anitta. “Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet. Nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou mal“, disse o parceiro de Cristiano durante um show na cidade Sorriso, no Mato Grosso.

O feitiço virou contra o feiticeiro. O comentário sobre a Lei Rouanet foi rebatido por uma gama de artistas e deu-se início a uma série de investigações do Ministério Público sobre o valor recebido pelo sertanejo e outros colegas em eventos em municípios pequenos. O de Zé Neto e Cristiano citado acima, por exemplo, saiu por 400 mil. Pouco depois, foi descoberto que o cantor Gusttavo Lima — que é também um crítico ferrenho da lei de incentivo à cultura — receberia R$1,2 milhão para fazer um show em Conceição do Mato Dentro, cidade mineira com menos de 20 mil habitantes. A apresentação foi cancelada em virtude da polêmica.

Lima desabafou em seu perfil do Instagram sobre a enxurrada de hates que está recebendo do público. E afirmou que não falará mais sobre política. Quem — por acaso — comentou o post foi o senador Flávio Bolsonaro (PL). “Fique firme, meu irmão. Você é um cara de bem”, escreveu o 01.

Depois que a crise estourou, Anitta “tirou o dela da reta”. Mas a web não deixou a tatuagem inusitada cair no esquecimento. No Twitter, usuários brincam que a cantora estará futuramente nos livros de história como a responsável por gerar a “CPI dos sertanejos”. Veja:

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)