Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Drama argentino sobre adoção vê todos os lados da questão

‘Uma Espécie de Família’, de Diego Lerman, mantém tensão do começo ao fim seguindo mulher que quer ser mãe a todo custo

Por Maria Carolina Maia 10 mar 2018, 06h00

Malena (Bárbara Lennie) quer tão desesperadamente ser mãe que coloca o casamento e a própria sanidade em risco. O drama que liga a “doutora”, como é chamada no vilarejo de 25 de Mayo, onde tenta adotar ilegalmente um bebê, à mãe biológica da criança, Marcela (Yanina Ávila), é analisado por todos os ângulos pelo cineasta Diego Lerman, produtor do recém-lançado Minha Amiga do Parque, em Uma Espécie de Família, estreia desta semana. O motivo que leva Malena a ter pressa não é apenas a idade – ela parece ter por volta de 40 anos – e só será revelado na segunda metade do filme. Até lá, e também depois desse ponto, o longa vai submeter o espectador a seguidos momentos de tensão, enquanto acompanha os avanços e recuos na relação entre as duas mulheres, seus sofrimentos e expectativas.

 

Publicidade